HONRA TEU MANTO, JOGA COM RAÇA!

Em jogo que pode decidir a continuidade na disputa da Copa América, a Argentina enfrenta o Paraguai em busca dos seus primeiros pontos

 

Foto: Folha de São Paulo

¡Saludos!

 

Nesta quarta-feira (19), a partir das 21h30, Argentina e Paraguai entram em campo no Estádio Mineirão em busca da reabilitação. Os paraguaios empataram a na estreia em 2x2 com o Catar, já a Albiceleste foi derrotada pela Colômbia por 2x0.

 

Após começar a competição com o pé esquerdo, nuestro D10S Maradona foi bem crítico com a seleção, com palavras bem duras:

 

"Você percebe hoje, que Tonga ( na 202° colocação no ranking FIFA) pode ganhar de nós. Há um prestígio que construímos com chutes, com socos. Quem se lembra de 2012, quando todos saímos do Peru com o ônibus destruído? O que sobrou de tudo isso? Qual é a camisa? A camiseta que você sente, a p**** da sua mãe".

 

Pois é, se nós meros mortais perdemos a paciência, imagina se o Maior ídolo do nosso futebol argentino também não perderia?


 

Preparação e mudanças

 

Já no domingo (16), o plantel argentino, ainda em solo baiano, realizou atividades no CT do Esporte Clube Vitória sob os olhos atentos da cúpula da AFA. Além disso, o treino foi com portas fechadas. A imprensa só teve permissão para acompanhar os primeiros quinze minutos da atividade. Em terras mineiras, mais treinamentos com portões fechados. Mesmo assim, acredita-se que Scaloni deve mudar alguma peças para embate diante dos paraguaios. O primeiro que deve perder espaço é Di Maria, que não jogou bem. Em seu lugar, o menino De Paul pode aparecer entre os onze titulares. Outro que pode esquentar o banco de reservas é o lateral direito Saravia. Com isso, Milton Casco pode ganhar a posição. As mudanças podem ocorrer também no nosso sistema ofensivo. Guido Rodríguez vai ceder o lugar para Lautaro Martínez, Suárez ou Dybala. Um dos três formará o ataque com Kun Agüero.

 

             (Fonte: @Argentina)

 

Scaloni falou, em entrevista coletiva, sobre as mudanças que estuda fazer na equipe:

 

" Qualquer um tem a possibilidade de ser titular. A decisão acontece pelo que temos que buscar amanhã (19). A consideração é a mesma para todos”.

 

Sobre como encontrar uma maneira de vencer o Paraguai, o DT disse:

 

“Nossa ideia futebolística é a mesma do segundo tempo contra a Colômbia. Tentar jogar no campo rival. Agora o rival é diferente e por isso a escolha  dos jogadores pode ser diferente”.

 

Pressionados a vencer e tendo que se lançar ao ataque para tal, o DT Scaloni pode mandar a seguinte formação a campo: Armani; Casco, Otamendi, Pezzella e Tagliafico; Paredes, Lautaro Martínez (Guido Rodríguez), Lo Celso e De Paul; Messi e Agüero.

 

Che, hay que poner huevos, hay que ganar.

 

              

Por Adriene Domingos