Iludômetro ativado

Após classificação na Libertadores, Grêmio se voltou para o Brasileirão e decepcionou.

 

Depois de uma bela atuação com direito a goleada pela Copa Libertadores da América na última quinta-feira, o Grêmio iludiu o torcedor nesse domingo. Ô se iludiu!

 

Foto: Gazeta Press

 

Nesse domingo 29 de maio, o Grêmio entrou em campo com o Sport pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo estava marcado para às 18h pelo horário de Brasília e aconteceu no Estádio Ilha do Retiro, em Recife. O Tricolor começou abrindo o placar cedo e depois deixou o adversário ganhar de virada.

 

Com time alternativo, poupando os titulares para o confronto com o Fluminense pela Copa do Brasil, o Grêmio foi a campo com Léo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo, Bressan, Kaio, Machado, Jailson, Conrado, Everton, Nicolas Careca e Fernandinho. E à disposição de Renato Portaluppi estavam Bruno Grassi, Léo, Denilson, Raul, Esperon, Lima, Pepê, Jadson, Beto da Silva.

 

Pela escalação, não sei vocês, mas nós não conhecemos a maioria dos meninos que jogaram. Sim gente, meninos. Vários que jogaram, fazem tempo que estão na base do Grêmio esperando uma oportunidade para serem vistos como titulares pelos torcedores. Eles começaram bem, mas não conseguiram aguentar a pressão.

 

No primeiro tempo, o Grêmio abriu o placar com Fernandinho aos 4 minutos quando aproveitou rebote de Magrão. E não demorou para ampliar o placar, aos 17 minutos com escanteio marcado a nosso favor, Jailson ajeitou e Rafael Thyere rebateu e finalizou ao gol. Tava bom demais para ser verdade né. Mas aí, aos 33 minutos André descontou para o Sport, mesmo assim ainda ganhávamos o jogo.

 

Foto: Jean Nunes / Brazil Photo Press / Folhapress / CP

 

 

Já no segundo tempo, o Tricolor levou pressão e deixou a equipe da casa jogar. Aos 18 minutos, Matheus Ferraz cabeceou com a sobra de escanteio marcado e deixou tudo igual em Recife. Quem via de fora, via um time meio perdido e meio desentrosado, buscando criar jogadas que pudessem melhorar o resultado do jogo, só que o Sport veio pra cima e virou o jogo. Aos 28 minutos do 2º tempo, Marquinhos cruzou para André para desviar e marcar o terceiro gol e virando o jogo. André também foi autor do quarto gol que veio aos 38 minutos. Aos 41 minutos, o Grêmio teve um pênalti marcado a seu favor e Fernandinho descontou. Mas não foi suficiente para mudar o resultado do jogo. Sport 4 x 3 Grêmio.

 

Em coletiva pós-jogo, Renato Portaluppi falou sobre a partida: Na minha opinião tivemos alguns probleminhas para que perdessemos o jogo. A inocência e ritmo de alguns deles. Mas foram muito bem, o Grêmio tem garotada e mais cedo ou mais tarde temos que soltar para eles mostrarem o talento. Aproveitaram bem a chance, outras virão. Ficamos tristes pela derrota, mas estamos orgulhosos, eles têm total apoio meu e da diretoria. Poderíamos ter saído com resultado melhor. Tivemos que improvisar na lateral um cabeça de área e um garoto da base. Procurei protegê-los. Foi maravilhoso (o esquema), tanto é que massacrou no primeiro tempo. Poderíamos ter feito mais. Pagamos pela inocência e falta de ritmo no segundo tempo”.

 

Foto: Grêmio Oficial

 

 

 

Foi uma partida daquelas para iludir em nível ultra nós torcedores, que esperávamos no 2º tempo o placar só aumentar a nosso favor e vimos o adversário aproveitar suas chances e virar o jogo.

 

Que esse jogo sirva de lição para os meninos da base que jogaram e tentaram, apesar do resultado, mostrarem o que sabem. E eu particularmente, continuo achando que não temos que poupar titulares, até porque no início do campeonato temos que aproveitar e se sobressair em todos os jogos para buscar uma melhor classificação.

 

 

Continuamos acreditando! Queremos a Copa! Seremos campeões!

 

Saudações tricolores!

Por Bethania Formighieri