Independente da Copa, queremos a taça!

 

Almejando a Copa Sul-americana, Ponte Preta recebe o Figueirense pela Copa do Brasil

 

Um perfeito jogo de comadre, pode definir o confronto entre Ponte Preta e Figueirense. Isso, porque a equipe que for eliminada do torneio nacional, irá disputar a Copa Sul-americana, ficando o dilema para os jogadores e torcedores.

Na partida de ida em Santa Catarina, a falta de vontade das duas equipes, ficou evidente, em um jogo sem criatividade e o placar não poderia ter sido outro, que não o 0x0. Agora em casa, se o resultado for o mesmo, a decisão vai para os penaltis e para a Macaca se classificar, apenas a vitória interessa.

A espera é de Majestoso lotado nesta noite. Os ingressos foram postos a venda a preços populares, justamente para atrair o torcedor.

 

A promessa é de Majestoso lotado para o confronto. Foto: Ponte Press


 

Preparação alvinegra

 

Eduardo Baptista terá de mexer na equipe titular, uma vez que Wendel e Pottker, já atuaram na competição por outras equipes. Roger e Matheus Jesus, serão os titulares.

A chance de ser titular, vem bem a calhar para o atacante Roger, que tenta reencontrar o bom futebol. No fim de semana, o jogador voltou a atuar bem e marcou um dos gols da equipe, contra o Internacional.


 

Roger será novamente o titular no ataque da Macaca. Foto: Globo Esporte


 

Testando outras peças no time, Eduardo fechou os treinamentos no CT do Jardim Eulina, na tarde de ontem (27) e não divulgou a equipe titular, tendo a dúvida se Galhardo entrará jogando ou não.

 

“Podemos seguir com três volantes ou dois volantes e um meia. Treinamos de diferentes maneiras, temos três possibilidades pra vaga do Wendel e isso mexe diretamente no esquema tático. O Figueirense vem de bom jogo com Corinthians, já vem com o jeito Argel de jogar, e tomar cuidado pra detalhes. Ele é um treinador que estuda principalmente como neutralizar o adversário e marcar o adversário com três volantes ou com  dois e um meia é diferente são coisas diferentes, então vamos manter este mistério pra não facilitar pra eles”, explica o treinador Eduardo Baptista.

 

Assim a provável escalação terá João Carlos, Nino Paraiba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon e Matheus Jesus (Galhardo); Rhayner, Clayson e Roger.


 

Independente do torneio, queremos a Copa!

 

Sul-americana ou Copa do Brasil? creio que na mente dos milhares de ponte-pretanos, a resposta seja: o título! Sim, o título, independente de qual Copa seja disputada.

Em 2013, a equipe fez história ao ser vice-campeã da Sul-americana, quando perdeu para a o Lanús. Na sequencia, outro vice-campeonato, ardeu o coração da torcida, desta vez na serie b, para o Joinville.

Estes tropeços, culminaram no abandono de muitos torcedores, que cansados, deixaram de acompanhar o clube. Os que ficaram, guerreiros e apaixonados, mantem vivo o amor que os leva as arquibancadas do Moisés Lucarelli, a cada vez que o time entra em campo.

Prestes a comemorar 116 anos, podemos dizer que muitos torcedores estão com “crise de identidade”, ou até mesmo, cansados de lutar e ficar no quase. Por vezes o pensamento é de apenas manter-se na Elite do futebol, levando a muitos jornalistas considerarem a equipe, simplesmente como “cumpridora de tabela”, tirando totalmente as aspirações ponte-pretanas.

Para comemorar o aniversário que será no próximo dia 11, a diretoria escolheu homenagear o grande ídolo Dicá (confira o texto sobre o Ídolo), e a partir de hoje, passará a atuar com a camisa estampando: #AOMESTRECOMCARINHO.

 

Em comemoração ao aniversário, Macaca homenageará o ídolo Dicá. Foto: Ponte Preta Oficial

 

Que inspirados pelo amor e honra, com que Dicá atuou pela Macaca, tanto os jogadores, quanto a comissão técnica, possam finalmente alegrar os torcedores e trazer a tão almejada taça.

Por Mariana Alves, aos ponte-pretanos a quem tanto admiro!

Curta: Blog Mulheres em Campo