Inglaterra perde para a Suécia com Neville em uma tarde para ser esquecida

Inglaterra perde a segunda seguida e fica sem subir no pódio.

 

Uma equipe que começou a competição com todo gás possível, mas acabou perdendo logo nos minutos finais e ficou sem chegar a final e sem a medalha de bronze. As suecas tiveram toda garra possível para vencer o jogo e ainda tiveram uma ajuda do técnico inglês que matou o time deslocando Ellen White de posição.

Que os erros venham ser avaliados e que não voltem a se repetir nos próximos jogos das Lionesses. E Carney, que anunciou ontem (05) sua aposentadoria, se aposenta da seleção sem ganhar.

 

(Foto: Instagram Oficial Lionesses)

 

O JOGO:

As inglesas começaram o jogo um tanto quando desligadas e viram as Escandinavas irem para cima com um ótimo início e abrir logo de cara um 2x0 com apenas 21 minutos e logo após se fecharem na defesa. Enquanto a equipe comandada por Neville demorou séculos para entender que a partida já tinha começado.

O primeiro gol da Suécia veio aos 11 minutos com Asllani, após a zaga cortar mal uma bola lançada na área por Rolfo. A dona da camisa 9 sueca não perdeu tempo e estufou a rede marcando um belo gol.

Mesmo estando atrás do placar, as inglesas continuaram desligadas no jogo enquanto as Escandinavas iam em busca de matar o jogo o mais rápido possível. E elas realmente mataram, e com outro pelo gol e dessa vez por Jakobsson. Minutos antes, a camisa 10 tinha mandado a bola caprichosamente na trave, e dessa vez ela não desperdiçou após receber na grande área e mandou um belo chute cruzado sem chances para defesa de Telford. 

 

(Foto: Instagram Oficial Lionesses)

 

Somente após sofrer o segundo gol que a inglesas foram acordar e atacar a equipe adversária. A primeira chance criada foi aos 23 minutos após um belo chute de Bronze, obrigando Lindahl a defender. Três minutos depois, Parris e Mead tiveram a chance de abrir o placar mas acabaram se "enrolando" e desperdiçaram uma grande oportunidade.

O gol só foi sair aos 31 minutos, após Kirby receber um ótimo lançamento de Scott, avançar em velocidade e bater na saída da arqueira adversária para diminuir o placar.

Só após o gol marcado que as inglesas foram acordar para o jogo e com isso a seleção da Suécia se recuou para segurar o placar. E ainda tivemos um gol anulado por conta de um toque de mão e uma chance incrível perdida por Ellen White no finalzinho da primeira etapa.

A segunda etapa começou mais tranquila, com as equipes arriscando pouco e a Suécia aproveitando para passar o tempo. Mas a mudança de comportamento da Inglaterra já era algo totalmente notório, as meninas voltaram ligadas e querendo empatar a partida a qualquer instante e construindo bastante jogadas.

As Lionesses até tentavam chegar na igualdade mas paravam sempre na boa retranca que a Suécia havia feito. Estava tudo fluindo bem até que Neville deslocou a Ellen para a ponta e sabe-se lá o porquê disso e isso praticamente matou todo o time.

Aos 28 minutos da etapa final, Parris deixou o campo para a entrada de Carney, que anunciou a sua aposentadoria e fez sua despedida aos gramados. 

Com o deslocamento de Ellen, a atleta pouco apareceu e pouco conseguiu ajudar o time. Que mesmo jogando bem, não conseguiu pressionar de verdade as suecas. E o tempo foi passando, o nervosismo foi aumentando bastante e ainda no final tivemos uma bola tirada EM CIMA DA LINHA! Era o gol do empate, da prorrogação, dos pênaltis… Infelizmente não veio e ficamos sem a terceira colocação. 

Foi uma partida totalmente irreconhecível da Inglaterra e ficou merecidamente com o terceiro lugar, quem buscou e fez por onde. Agora resta levantar a cabeça, consertar os erros e voltarem melhor na próxima vez. 

E sobre a continuação de Phil Neville fica aí o questionamento, será que merece ficar ou realmente tem que sair. Só não dá para cometer os mesmo erros de hoje, porque foram totalmente cruciais.

Mas claro, devemos enaltecer e aplaudir o bom futebol mostrado até aqui, uma tarde, uma derrota não pode apagar o trabalho construído até aqui. É um orgulho enorme e há muito o que esperar das Lionesses!

 

(Foto: Instagram Oficial Lionesses)

 

"Nós vamos aceitar isso. Vamos processá-lo e vamos aprender com isso. Temos alguns anos surpreendentes à nossa frente."

#BeReady

#GoLionesses 

 

Por: Thais Santos