INTER E BRASIL SE ENFRENTAM EM BUSCA DE REDENÇÃO

Depois de exatamente um ano, colorados e rubro-negros se reencontram em situações difíceis no campeonato

 

(Foto: Carol Freitas)

 

Nesta segunda-feira (04), o Internacional recebe o Brasil no estádio Beira-Rio, às 20h40, em jogo válido pela quinta rodada do Gauchão. A situação de ambos os times é complicada e vitória é importantíssima.

As quatro primeiras rodadas do Estadual não foram boas tanto para o Colorado como para o Xavante. O Inter conquistou apenas quatro pontos, enquanto o Brasil tem somente três, e estão, respectivamente, na sétima e na décima primeira colocação.

No histórico de confrontos entre as duas equipes, o Inter leva vantagem. Em 109 jogos, são 72 vitórias da equipe portoalegrense, enquanto os pelotenses venceram 18 vezes. Apesar do bom retrospecto colorado, o último encontro entre os clubes exatamente um ano antes da partida desta segunda, acabou com vitória xavante. Com gol de Itaqui, o rubro-negro quebrou o tabu de não vencer o Internacional desde 1996.

 

Inter

Por Ingrid Fochezatto

 

A falta de resultados positivos ligados ao mau desempenho colorado nos quatro primeiros jogos, fizeram com que os dias de preparação para o jogo da quinta rodada começassem regados de críticas e pressão tanto dos torcedores como da direção colorada. O Inter busca iniciar sua recuperação diante do Brasil e dar fim a fase de resultados negativos.

O principal desfalque da equipe de Odair Hellmann é William Pottker, que teve uma fratura no nariz no jogo contra o Veranópolis. O atacante já treinou com uma máscara de proteção, no entanto ainda não tem condição de jogo. O treinador colorado ainda não confirmou quem irá substituí-lo, mas a tendência é que Neilton seja o escolhido, já que o substituiu contra o Vec. Outra possibilidade é Patrick, que pode retornar ao time para reforçar o lado esquerdo defensivo.

 

(Foto: Ricardo Duarte)

 

As novidades são o retorno dos laterais Zeca e Uendel, que voltaram a treinar normalmente, porém seguem sendo supervisionados pelo departamento médico. Além dos garotos Nonato, Heitor, Pedro Lucas e Roberto, que foram inscritos na lista definitiva do Gauchão.

Devido às críticas enfrentadas, Odair optou por treinar de portões fechados. O técnico usará o momento de privacidade para buscar alternativas, corrigir os erros e melhorar o encaixe do time, além de definir o substituto de Pottker.

A escalação para a partida contra o Xavante ainda não está definida, no entanto o certo é que o Inter utilizará sua equipe principal, sem muitas mudanças na espinha dorsal do time. A provável escalação é formada por: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson e D’Alessandro; Nico López, Neilton (Patrick) e Tréllez.

A situação é complicada, o Inter não vem conseguindo ter bons desempenhos e enfrenta uma grande pressão já neste início de temporada. O que sabemos é que o momento de ajustar o time é agora, logo iniciam outras competições e não há possibilidade de erros.

 

Brasil

Por Alice Silveira

 

O rubro-negro tem um desfalque importantíssimo para a partida desta segunda-feira. Na última rodada, durante o confronto com o Juventude, Diogo Oliveira voltou à equipe durante o segundo tempo após duas semanas de recuperação de uma lesão no joelho. O meia mudou completamente o panorama de jogo, o que culminou nos dois gols do Brasil na partida.

Porém, foram apenas trinta minutos de um meio de campo articulado e lindo de se ver. Diogo tomou um cartão vermelho e deixou o campo após uma chegada desleal em um dos atletas do adversário. Agora, o meia desfalca o plantel naquele que será um dos jogos mais importantes do xavante na tabela e na guerra contra a zona de rebaixamento.

O lateral esquerdo Bruno Santos, em entrevista coletiva realizada na última sexta-feira, falou sobre o acontecido e como o time será outro sem a presença do camisa 10:

 

“O Diogo tem essa característica de aproximar, de jogar mais curto, de aparecer um pouco mais. E essa ligação entre a defesa e o ataque era o que estava faltando (na primeira etapa). Pena que o Diogo foi expulso, vai fazer falta contra o Inter”

 

Bruno Santos, dono de um dos gols da última partida

(Foto: Carlos Insaurriaga)

 

A equipe vem treinando desde o dia posterior à partida em Caxias do Sul, mas o técnico Paulo Roberto Santos não abriu mão de sua característica de manter sigilo quanto à escalação que vai a campo. É bem provável que o torcedor só tenha certeza dos onze nomes que enfrentarão o Internacional, minutos antes da partida começar.

É possível, entretanto, especular um esboço da escalação. Considerando novamente a ausência de Diogo e a única opção para substitui-lo, o Brasil entraria em campo com: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Heverton, Bruno Santos; Leandro Leite, Washington, Douglas Baggio, Velicka; Branquinho e Michel.

O momento não é fácil, nós sabemos. Mas não importa quem estiver vestindo o manto rubro-negro na segunda-feira, que o honre! Que mostre para eles a raça do interior, que é possível conquistar um bom resultado lá dentro e voltar com alguns pontos na bagagem para “Satolep”. Que tal repetir o feito de um ano atrás? Avante!

 

DADOS DA PARTIDA

INTERNACIONAL x BRASIL

GAUCHÃO – 6ª RODADA

Local: Estádio Beira-Rio

Data e horário: 04/02/2019 às 20h40min

Arbitragem: Leandro Vuaden, Tiago Augusto Kappes Diel, Leírson Peng Martins, Francisco Soares Dias e Paulo Ricardo Machado Santos

Ingressos: Lote promocional R$30, valor normal R$60 (mandante) e R$ 30 torcida visitante

Transmissão: Premiere FC