Irreconhecível!

 

 

O Paraná Clube recebeu a equipe do Guarani na tarde fria de Curitiba, na Vila Capanema, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Bugre conseguiu acabar com a invencibilidade do Tricolor em casa e levou na mala para Campinas os 3 pontos disputados.

 

Foto: Pedro Serápio | Tribuna PR

 

O Paraná começou bem, pressionando o adversário e dando a entender que manteria o jogo sob controle, mas logo o Guarani buscou seu espaço e encontrou boas oportunidade para jogar. A principal chance de abrir o placar no primeiro tempo foi do time visitante, mas não passaram do 0x0 e a ida para o vestiário foi com o jogo empatado.

No retorno, Minho entrou no lugar de Matheus Carvalho, porém foi o Guarani que se mostrou disposto a correr atrás do resultado e logo aos 7 minutos, em cobrança de escanteio, abriu o placar com cabeçada de Samudio. Novamente, tomamos gol em jogada de bola parada. Logo em seguida, com o gol totalmente aberto, Felipe Alves conseguiu cabecear na trave e desperdiçou o que poderia ser o início da reação Tricolor. O técnico tentou mais duas alterações: sacou Gabriel Dias e Jhony e colocou Pedro Bortoluzo e Luiz Otávio, mas estas mudanças não fizeram diferença nenhuma no nível da partida. O jogo continuou fraco, sem grandes oportunidades para nenhum dos lados. Melhor para o Guarani, que conquistou sua primeira vitória fora de casa no campeonato e segue entre os quatro melhores colocados.

Irreconhecível, o Paraná Clube amargou sua primeira derrota em casa na temporada e agora terá que compensar na próxima partida, quando jogará contra o Náutico (lanterna do campeonato), em Recife, na próxima terça-feira (13), pela sétima rodada do Brasileiro.

Com este resultado, o Tricolor é o 16º colocado com 6 pontos.

 

De quem é a culpa?

Sem mais paciência, ao final do jogo, a torcida pediu a cabeça do técnico Cristian de Souza. Sua chegada foi rodeada de desconfiança por não ter histórico como técnico profissional, mas ainda assim, houve apoio. Com o passar das partidas, algumas alterações e improvisações vem colocando em dúvida sua conduta como comandante de um time que almeja o acesso no final do ano.

Jogadores também foram cobrados, afinal hoje ninguém jogou bem. Os torcedores pediram raça para quem vestir a camisa Tricolor. O clima é de tensão e poderá ser revertido com vitória contra o Náutico na próxima rodada.

 

Meu ponto de vista

O jogo foi ruim, mas eu escolho apoiar! Cobrar e apoiar! O campeonato é longo, mas uma boa arrancada ainda no início despertará confiança na torcida e irá manter o time unido e focado.

Torcedor, não desanime! Os jogadores são os mesmos! Jogos ruins acontecem. Temos tempo! No final do ano, seremos recompensados com o acesso a série A!

 

Foto: Twitter Paraná Clube

 

Não esqueça, o Paraná Clube precisa de você!

2017 vai ser o nosso ano!

SemPRe Tricolor, Itauana Morgenstern.