Já dizia a canção “Ão Ão Ão Otávio é Seleção”

(Imagem: Autor desconhecido)

Uma noite que ficará na memória dos Atleticanos, mas especialmente na memória de um! Otávio Henrique Santos, que depois de 64 jogos vestindo a camisa do Furacão, marcou seu primeiro gol como profissional. Foram tantos jogos, tantas vezes que ele tentou, mas o primeiro gol estava esperando para sair num jogo como esse, NUM ESPETÁCULO, diga-se de passagem! Um gramado sintético sem igual, que foi elogiado até pelo adversário! Um show de torcida, uma torcida show! Nem sei mais qual seria a expressão mais correta, pelo fato de ainda ficar relembrando cada detalhe da noite de ontem!

Relembrando do gol, aos 41 minutos que EXPLODIU o caldeirão Rubro Negro, disparou o coração de todos na arena e fez essa colunista chorar de emoção! “Seu Otávio” como diz o comentarista Fernando Gomes da rádio Transamérica, o que foi que você aprontou nessa noite menino? Tudo pra ficar mais belo, mais emocionante, mais inesquecível, para você e para todos nós atleticanos! Recorde de público em jogos do Furacão, 35.746 pessoas no estádio. Recorde de público da Primeira Liga também!

(Imagem: Giuliano Gomes)

Primeiro gol do Monstro Otávio vestindo a camisa do Furacão! Festa da torcida Rubro Negra nas arquibancadas! Será mesmo que eu preciso falar do jogo?! Tudo bem, vamos lá...

Atlético começa o jogo no ritmo da torcida, embalado e logo no primeiro minuto chega ao gol do Criciúma com muito perigo,Eduardo cruza para a área e Luiz afasta de soco. Na sobra, Otávio ajeita e chuta. Luiz encaixa a bola sem problemas. Já desde o começo do jogo ele estava tentando anotar seu golzinho.

5 minutos depois, Vinícius recebe de Otávio e chuta de primeira da meia-lua. Luiz põe para escanteio. Mais 5 minutos, Vinícius cobra escanteio e Crysan cabeceia para fora.

15 minutos de jogo e o Furacão vem com tudo pra cima do Criciúma. Calmaaa, Furacão segura a empolgação!

Aos 25 minutos, Walter chega à área do Criciúma e um dá lindo drible no marcador, chuta, a bola bate no marcador e volta pra ele, passa a bola por debaixo das pernas do adversário (que isso, Waltinho) e finaliza para o gol, mas a bola tira tinta da trave, merecia entrar essa.

Mas uma boa jogada de Walter e Anderson Lopes, aos 28 minutos, mas o goleiro manda pra fora.

Até agora, Criciúma não tinha chegado nenhuma vez com perigo no gol. A primeira jogada com maior perigo do Criciúma foi aos 43 minutos quando Roger Guedes recebe na meia-lua e bate colocado. A bola passa muito perto do gol de Weverton. Fim de papo no primeiro tempo.

Começa o segundo tempo e o Furacão já está na área querendo marcar, logo aos 2 minutos Vinícius bateu escanteio e na confusão a bola bateu na trave.

Aos 14 minutos, Vinicius cobra falta na área e Walter impedido, bate de voleio pro meio da área, que desvia na zaga e entra, mas o gol foi corretamente anulado.

Após muitas faltas no jogo, o primeiro cartão amarelo sai apenas aos 17 minutos do segundo tempo.

Aos 33 minutos, Walter domina na entrada da área e consegue finalizar no meio de três marcadores, mas o goleiro do Criciúma bem colocado faz a defesa. Esse foi praticamente o jogo do Walter, sempre que chegava próximo da área, dominava, girava ou preparava e bomba!

Aos 39 minutos, a torcida pediu André Lima, e o técnico atende ao clamor que entra pra ajudar a mudar a história do jogo.

41 minutos. 1 minutos depois da entrada de André Lima. O Gol da equipe, mas quem assina embaixo é Otavio Henrique Santos, vulgo Monstro Otávio. Walter lançou na área, Vinícius tocou de cabeça para André Lima que ajeitou para trás para o chute de Otávio, que sem dó encheu o pé e com ajuda do desvio da zaga, a bola ESTUUFOU a rede do goleiro Luiz, sem chance pra ele, foi no ângulo! 1x0 e o Otávio abre a contagem de gols pelo Furacão!

E tinha chance pra mais, aos 45 minutos Walter cruza na cabeça de André Lima, que cabeceia, mas ela sai passando perto da trave. Aos 46 foi a vez de André Lima tocar para Walter que bate de pé esquerdo no pé da trave. Quase o segundo!

Fim de jogo na Arena da Baixada e coração Atleticano pode bater mais tranquilo, que agora a classificação do Furacão na Primeira Liga, tá no papo!

Nayara Bortolotti