JESUS ESTÁ VOLTANDO!

Palmeiras vai contar com o poder do menino abençoado para enfrentar o Fluminense fora de casa.

FOTO: Palmeiras mil graus

A torcida palmeirense já está com o grito de "Glória, glória, aleluia! É Gabriel Jesus!", na ponta da língua.

Depois de representar muito bem a seleção canarinha nas Olimpíadas, o menino Jesus está de volta e será titular contra o Fluminense, neste domingo (27), às 16h da tarde (Horário de Brasília), no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A vigésima segunda rodada do Brasileirão promete embolar mais ainda o meio de campo e trazer muita adrenalina ao campeonato. Isso porque os times do topo da tabela farão jogos duros, enfrentando adversários que estão mordendo o calcanhar do G4. Nada está garantido meu amigo.

O técnico Cuca, acostumado a analisar a fundo os adversários, vê o jogo de amanhã como um grande desafio, não só porque a partida será fora de casa, mas porque, para ele, o Fluminense evoluiu durante a competição. Será uma partida "em que os dois times irão propor o jogo", disse o comandante do Verdão em entrevista coletiva para e impressa.

O Palmeiras fez o último treino hoje pela manhã, na Academia de Futebol, e o treinador divulgou a lista dos relacionados para o confronto de amanhã.

Os goleiros: Jailson e Vinicius Silvestre, os zagueiros: Edu Dracena, Yerry Mina, Thiago Martins e Vitor Hugo, os laterais: Jean, Egídio, Zé Roberto e João Pedro, os volantes: Arouca, Gabriel e Tchê Tchê, os meias: Moisés, Cleiton Xavier, Allione e Fabrício, e os atacantes: Dudu, Rafael Marques, Leandro Pereira, Róger Guedes, Gabriel Jesus e Erik.

Além do retorno de Gabriel Jesus ao elenco, outra boa notícia é a volta do zagueiro Mina. Ele se recuperava de uma lesão na coxa esquerda e já estava afastado desde Julho.

O torcedor, assim como com Jesus, também tem uma expectativa muito grande de vê-lo em campo novamente, isso porque, mesmo jogando muito pouco, desde que foi contratado, o colombiano já disse à que veio: mostrou uma raça impressionante e fez o belíssimo gol do empate contra o Santos. Ele voltará a fazer dupla de zaga com o xerife Vitor Hugo.

Erik, também está de volta ao elenco e é outra boa opção para o ataque. "Nossa equipe tem muita versatilidade, e isso é importante. Fiz gols fora de casa e espero marcar em casa também. Quero ajudar o Palmeiras da melhor maneira, não só com gols, mas com assistências também”, disse o atacante.

Os volantes Gabriel e Arouca, que foram perdendo espaço para outros colegas de posição, podem ser bem aproveitados amanhã, uma vez que Matheus Salles, que substituiria o suspenso Thiago Santos, não foi nem relacionado por Cuca, o que pode ter a ver com o baixo rendimento do volante nos últimos jogos.

Todo mundo sabe que um time grande precisa ter um banco de reservas forte. A contratação de bons jogadores visa não só achar o time titular ideal para brigar no topo da tabela, mas também ter substitutos que estejam à altura do desafio exigido.

Hoje o torcedor sabe que todos os vinte e três relacionados que viajaram para o Distrito Federal estão preparados para jogar bem e ainda que exista a “combinação perfeita”, se for preciso, os valentes que estão sentados no banco estarão aptos para se levantar e lutar.

É com esse espírito que o Palmeiras entrará em campo para enfrentar o seu adversário. Um velho e histórico adversário, diga-se de passagem. O tricolor carioca foi o primeiro adversário do Palmeiras na história de confrontos pelo campeonato brasileiro. O primeiro jogo, em 1960, foi um empate de 0x0. Mas os números favorecem ao Verdão. Sim, o futebol também é feito de história, mas não são os números que entrarão no Mané Garrincha amanhã.

Amanhã, Jesus voltará e junto com ele, uma legião de dez anjos, estará em campo. Mas também não haverá milagres. Serão noventa minutos de bola no pé, fazendo do futebol a coisa mais bonita e humana que existe.

Por Alê Moitas

Curta Blog Mulheres em Campo