Jogai por Nós!

O instável Corinthians, enfrenta hoje o Coritiba no Couto Pereira


 

Hoje é dia de rezar pela inteligência de Cristóvão Borges... Dia de clamar aos deuses do futebol, para que toquem o coração deste homem, que tem afundado o Corinthians, junto com o péssimo presidente Roberto de Andrade:

 

“Senhor, Meu Deus, tu que és Fiel Como eu

Tu que sabes o peso e a dor de amar

Proteja hoje Senhor, o meu coração

Poupe-me de um infarto, como aquele que tive contra este mesmo Coritiba no 1º turno

Senhor, peço-lhe que de ânimo ao time, que teima em morrer em campo e ressuscite o Lucca.

Toque a inteligência de Cristóvão Borges e não deixe que ele sinta medo do adversário,

colocando a tiriça do Willians em campo

Interceda, ô Meu Deus, pelas mãos de Cássio e de uma atenção redobrada aos pés,

que não sabem sair com a bola.

Calibre o pé do atacante e ilumine os caminhos até o gol.

Agradeço pela graça alcançada de finalmente, Marlone se firmar como titular.

Em nome de Sócrates,

Amém!"

 

Está mais que na hora do time JOGAR! Jogai por nós!

Não há mais espaço para corpo mole, não pode existir bola perdida, a luta tem que ser plena durante os 90 minutos! Que o espírito guerreiro, esteja vivo em cada jogador, que a vitória venha e a alegria Corinthiana ecoe pelos quatro cantos do Brasil. Jogai Por Nós!

Apoio, nunca falta, seja nas arquibancadas ou em casa, fazendo figa e mandando pensamentos positivos. Formamos uma corrente, uma irmandade ligada em prol do Corinthians. Quantas vezes, você Corinthiano maloqueiro e sofredor, ouviu um “Vai Corinthians”, de longe sendo acompanhado por outras vozes num som uníssono?

Sim, é como o Amém ao final de uma oração, é universal no meio da Nação. Ostente seu manto alvinegro, qualquer reza e ritual é válido quando o assunto é Corinthians.

 

Foto: Reprodução Internet

 

Para alguns este texto pode soar como desesperado, e talvez até seja. Desespero pela volta do Corinthians! A volta da torcida que canta e empurra o time durante o jogo todo, independente do placar, e não aquela que vaia o time ainda no começo do segundo tempo. Desespero pela volta do futebol aguerrido, de jogadores que honram e sabem o peso da camisa. Desespero pelo começo de uma gestão no clube, que entenda a importância do Corinthians para milhões de pessoas.


 

Que venha o Coritiba

 

Com manto novo, o Corinthians enfrenta o Coxa no Couto Pereira, às 21h45. Desde 2008, o clube começou a deixar de lado a tradição do preto e branco, apostando em camisas, amarelas, laranjas, azuis, vermelhas e roxas, um sucesso de vendas, que tira um pouco de nossa identidade. #PretoeBrancoÉTradiçao

 

Novo uniforme, será estreado hoje. Foto: Divulgação Nike.

 

Do time que entrou em campo contra o rival no domingo, apenas uma alteração foi feita: Giovanni Augusto, com dores na Coxa, dará lugar a Cristian. Aí, eu já me pergunto: Porque não colocar Marquinhos Gabriel e dar mais mobilidade ao time?

A resposta só pode ser “por medo”. Sim, medo! Cristóvão sabe que a paciência do torcedor esgotou, que sua campanha é pífia ( são 16 jogos, 7 vitórias, 5 derrotas e 4 empates) e que um resultado negativo, pode tirar a equipe do G4.

Para piorar, das últimas 4 partidas fora de casa, o Corinthians não venceu nenhuma e o adversário de hoje, venceu seus últimos 3 jogos em casa. Como miséria pouca é besteira, Fagner, Vilson, Uendel e Romero, estão pendurados e um cartão, pode tirá-los do clássico contra o time da Barra Funda.

O provável time titular terá: Cássio, Fagner, Balbuena, Vilson e Uendel; Cristian, Marlone, Camacho, Rodriguinho e Lucca; Gustavo.

Que uma boa sequência se inicie hoje…


por Mariana Alves