JOGAR O FEIJÃO COM ARROZ!

Cuca não quer inventar e aposta naquilo que vem sendo feito para bater o Cruzeiro no Mineirão.

FOTO: noticias.ne10.uol.com.br

Os dois times estão embalados. O Cruzeiro vem de uma goleada de 4x0 em cima da Ponte Preta. O Verdão é o dono da melhor campanha e o líder do Brasileirão.

O estádio Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão, que já foi palco de confrontos históricos entre os dois times, receberá mais uma vez, um jogo importante. No quesito história, os números registram um equilíbrio interessante entre as duas equipes, foram 31 vitórias para cada lado e 23 empates. O Palmeiras marcou 129 gols e foi vazado 121 vezes.

Portanto, torcedor palmeirense, prepare o coração! Porque esse jogo promete fortes emoções.

O técnico Cuca não quer "novidades" contra o time mineiro. Ele disse em entrevista coletiva, que pediu para o elenco jogar "o feijão com arroz" e continuar fazendo o que tem feito dentro de campo.

De fato, a análise da campanha Alviverde no Brasileiro, impressiona. O Palmeiras galgou a liderança do campeonato e abriu vantagem do segundo colocado, jogando de uma forma muito focada e consistente. Sem atitudes megalomaníacas. Foi crescendo no jogo a jogo.

O elenco tem se mostrado cada vez mais entrosado e a dinâmica dentro de campo, mostra uma excelência tática e uma fluidez que permitem a criação de jogadas inteligentes e finalizações precisas. O professor não está só satisfeito com o desempenho da sua equipe, como também, convencido de que o Palmeiras está no caminho certo e que, por enquanto, não há necessidade de mudanças grandiosas para enfrentar os jogos mais árduos.

Foi com esse espírito, que Cuca comandou o último treino, com cara de atividade recreativa, ontem pela manhã. Foi uma tarefa tão descontraída, que ele se permitiu entrar em campo e participar de algumas jogadas.

Mas toda essa autoconfiança, não é sinônimo de "salto alto", muito pelo contrário, Cuca é conhecido pela humildade com que encara os adversário e por ter os "pés no chão" com o elenco. "Não acredito em favoritismo. Futebol é uma caixinha de surpresas. Podemos ir lá e vencer, mas podemos voltar com empate, nunca se sabe..." disse o treinador do Verdão à ESPN.

Cuca, como um bom entendedor do futebol, sabe que a linha entre motivação e superioridade, é muito tênue. E procura usar a boa fase do Palmeiras, apenas como elemento motivador para equipe, mas sem nunca deixar de advertir para a necessidade de manter o foco e a disciplina do trabalho que vem sendo construído.

Zé Roberto e Fabrício desfalcarão o elenco, ambos apresentaram lesões no joelho, após o último jogo. E a novela Lucas Barrios no departamento médico, continua. Agora, ele já se encontra no estágio de fortalecimento físico, mas ainda não pode compor o elenco.

Para enfrentar a Raposa, foram convocados vinte e quatro jogadores, que viajaram ontem à tarde para Belo Horizonte. Os goleiros: Fernando Prass e Jailson, os laterais: Egídio, João Pedro e Fabiano, os zagueiros: Edu Dracena, Roger Carvalho, Thiago Martins e Vitor Hugo, os volantes: Jean, Matheus Sales, Rodrigo e Thiago Santos, os meias: Cleiton Xavier, Moisés, Tchê Tchê e Vitinho e os atacantes: Cristaldo, Dudu, Erik, Gabriel Jesus, Luan, Róger Guedes e Rafael Marques.  

E o time que entra como titular deve ser: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes, Cleiton Xavier e Dudu; Gabriel Jesus.

O Palmeiras entra em campo para cumprir a décima primeira rodada do Brasileirão às 19 horas, horário de Brasília e será recebido pela torcida apaixonada, que já está fazendo festa em território mineiro.

A orientação do professor para papar mais três pontos, foi oferecer como prato principal, feijão com arroz, mas o que a gente quer mesmo, para o jantar desse sábado, é comemorar com um delicioso feijão tropeiro!