Jogo da vida em Buenos Aires

Mais do que em busca dos três pontos, o São Paulo vai a Argentina atrás de fôlego para se manter vivo na principal competição do ano.  E o que todos os torcedores, principalmente os que foram para lá, e os diretores esperam é que o time jogue com RAÇA E CORAÇÃO!

Nesta quarta-feira (09/03) o tricolor viajou para Buenos Aires para o primeiro "Tudo ou Nada" da temporada, entenda porque a vitória neste jogo é fundamental para o São Paulo Futebol Clube:

O The Strongest líder do grupo 1, soma 6 pontos em duas rodadas , ganhou do Trujillanos no dia 02/03 como mandante e do tricolor no dia (17/02)  na sua estreia na competição aqui mesmo no Brasil, sendo assim nosso jogo de volta com o time será na Bolívia com a altitude a favor dos donos da casa. O que sempre causa dificuldade e desconforto para os jogadores brasileiros.

O River Plate (atual campeão da competição) entrou em campo somente uma vez, contra o Trujillanos na primeira rodada lá na Venezuela e detonou os donos da casa por 4 x 0. E agora recebe o São Paulo.

Já o Trujillanos é único clube em situação ainda pior (por enquanto) do que o tricolor o time igual ao nosso Soberano não pontuou, porém tem um jogo a mais.

Caso o São Paulo perca na argentina, tanto River como Strongest abrem 6 PONTOS DE VANTAGEM em uma competição que valem 18, sobrando somente mais 12 a serem disputados e ganhar em La Paz é praticamente uma missão impossível. 
Já com a vitória sobre os argentinos somente o time boliviano se isolaria na ponta da tabela, olhando pelo lado que dois dos quatro clubes se classificam o tricolor ainda ganharia “tranquilidade” para as próximas rodadas, sem contar que caso esses três pontos ou pelo menos um empate venha, o time ganha força e moral para continuar na briga pelas oitavas de final, já que o River é o atual detentor do titulo da competição e é o time a ser batido!

O Diretor executivo de Futebol Gustavo Vieira de Oliveira cobrou publicamente o comportamento dos jogadores:

Foto: Fernando Dantas

“Nossa análise é em relação a comportamento, conduta, coração e representar o que essa camisa representa para milhões de torcedores. Nesse assunto, não estamos satisfeitos... É necessário que se conte ao torcedor que a coisa não está solta, que existe cobrança, comando. Isso é feito no dia a dia ” .

Bauza fechou a maior o treino na terça-feira (08/03), mas como de costume divulgou por meio da assessoria de impressa a provável escalação que deve contar com: Denis; Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Centurión, Paulo Henrique Ganso e Carlinhos; Calleri.

Mais uma vez o time terá mudanças desta vez na zaga, Rodrigo Caio ficara de fora para que os mais experientes joguem. 
Lugano fará sua segunda partida consecutiva pela primeira vez desde que voltou ao tricolor Paulista.
Michel Bastos apesar de liberado pelo departamento medico do clube foi relacionado, mas deve ficar somente no banco de reservas.

O time fará por volta das 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira(09/03)  um treinamento no Estádio Monumental para reconhecimento do gramado.

Já o River Plate perdeu um jogador importante para a defesa, Maidana sofreu uma lesão no ultimo domingo (06/03) quando o time disputava o clássico contra o Boca (0x0), o que preocupa o técnico Marcelo Gallardo que tem duas opções ou usa Leandro Vega e Gabriel Mercado ou Emanuel Mammana e Leonardo Ponzio a segunda dulpa é a mais provavel. 
O tecnico divulgou a lista de jogadores relacionados e a maior supresa é o jogador D’Alessandro.

Jogadores relacionados: Marcelo Barovero, Augusto Batalla, Gabriel Mercado, Leandro Vega, Emanuel Mammana, Milton Casco, Leonel Vangioni, Leonardo Ponzio, Luis González, Nicolás Domingo, Ignacio Fernández, Nicolás Bertolo, Gonzalo Martínez, Andrés D'Alessandro, Sebastián Driussi, Rodrigo Mora, Lucas Alario e Iván Alonso.


O jogo valido pela segunda rodada da fase grupos da Competição acontecerá no estádio Monumental de Nunes em Buenos Aires a partir das 19h30 (Horário de Brasília), e a arbitragem ficara por conta de Julio Bascunan e os assistentes serão Francisco Mondria e Marcelo Barraza, todos Chilenos.

EXTRA

Maior organizada do São Paulo, a Torcida Independente saiu do Largo do Paysandu centro de São Paulo no começo da tarde de terça-feira (08/03) com cinco ônibus para acompanhar o jogo na Argentina, uma viagem de 40 horas de ida + jogo + 40 horas de volta, sem contar as inúmeras paradas, uma jornada de amor, dedicação e entrega ao São Paulo Futebol Clube.


Imagem retirada da rede social do vice-presidente da Torcida Independente

Que os jogadores do Tricolor entrem em campo por todos os São Paulinos que tem FÉ neste jogo, mas principalmente por estes que largaram família, trabalho, estudo e todas as outras obrigações para acompanhar e incentivar a equipe!

Nunca se esqueçam de aqui a moeda cai em pé! SOMOS O TIME DA FÉ! Que os jogadores mostrem toda a raça e dedicação que ainda não vimos neste elenco. Que independentemente da vitória vir ou não o time apresente um futebol digno da grandeza da camisa do São Paulo Futebol Clube e se não der na técnica, que seja na raça, na força, na briga!

 

#JuntosSomosMaisFortes! 

Jéssica Nogueira Gonçalves.