JOGO DE VIDA OU MORTE PARA O LIVERPOOL

 

Time inglês precisa reverter o placar de 3 x 0 conquistado pelo Barcelona no primeiro jogo, em Camp Nou, para conquistar a vaga na final

 

Foto: Getty Images – UEFA

 

A pior notícia que a torcida dos Reds poderia ter foi confirmada pelo técnico Jürgen Klopp durante coletiva de imprensa, na tarde desta segunda (06). Uma das principais peças do ataque arrasador do time, Salah, está fora da partida por conta de uma contusão sofrida pelo jogador em jogo contra o Newcastle, pelo Campeonato Inglês, onde deixou o campo de maca.

Além disso, Roberto Firmino também está fora da lista dos selecionados, por problema muscular.

Os desfalques de dois jogadores essenciais podem fazer toda a diferença no confronto e, sem dúvidas, faz o Liverpool entrar em campo com certa desvantagem. Na entrevista, o técnico comentou o fato.

“Dois dos melhores atacantes do mundo não estarão disponíveis e temos que marcar quatro gols no Barcelona! Isso não facilita a vida, mas vamos tentar. Se não pudermos fazer, vamos sair da maneira mais bonita possível”, afirmou.  

Com isso, a responsabilidade de Sadio Mané aumenta consideravelmente e ele terá que usar e abusar de sua criatividade e faro de goleador para suprir a ausência dos companheiros. Cabe ressaltar que talento ele tem para tal. O senegalês marcou onze gols nos últimos onze jogos realizados pelo time.

O técnico não adiantou a escalação e pode surpreender em sua estratégia tática como fez no último jogo onde Gini Wijnaldum jogou de como falso ponta-de-lança. A provável escalação dos Reds poderá ser: Alisson; Alexander-Arnold, Matip, Van Dijk, Robertson; Milner, Wijnaldum, Fabinho, Henderson; Mané e Origi.

 

https://d3j2s6hdd6a7rg.cloudfront.net/v2/uploads/media/default/0001/87/thumb_86739_default_news_size_5.jpeg

Jogadores no último treino antes do duelo

Foto: Site oficial do Liverpool

 

O duelo promete ter um tom dramático diante dos desfalques no ataque dos Reds e Kloop enfatizou que seu elenco “precisa ser perfeita para ter esperanças de garantir a vaga”. O treinador disse que espera que a partida seja “uma festa de futebol” e reconheceu a gigantesca tarefa que seus jogadores têm diante do time espanhol.

“Nós não só temos que marcar, temos que negar o Barcelona de marcar e não isso não acontece muitas vezes. Sabemos o quão grande é o desafio. Essa equipe é tão maravilhosa que tentará dar 100% de sua capacidade”, ressaltou.  

Sobre ter esperança de uma reviravolta ele disse:

“Sim, porque há esperança e é futebol. Estamos longe de desistir, mas não estamos em uma situação em que dizemos: "Isso acontecerá, 100%". Dois dos melhores atacantes do mundo não estão disponíveis e isso não torna a vida mais fácil, mas contanto que tenhamos 11 jogadores em campo, vamos tentar e todos sabem disso”.

O Liverpool treinou no Melwood na véspera da segunda partida da semifinal da Liga dos Campeões e recebe o Barcelona em Anfield nesta terça (07), às 16h.

 

Carla Andrade