Jogo para dar início a recuperação

 

 

Após ser eliminado da Copa do Brasil na última quarta-feira, o Atlético Mineiro volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo (30) o time alvinegro enfrenta o Coxa em Curitiba.

 

 

IMG_20170730_103808.jpg

Foto: Atlético Mineiro Oficial

 

 

Precisando urgentemente de um bom resultado, o time mineiro entra em campo neste domingo ciente de sua situação, que infelizmente não é nada boa. A equipe está no meio da tabela, perto (até demais) da tão temida zona de rebaixamento. A conquista da vitória seria um alívio para todos.

 

Dentro do Horto, os resultados do Atlético são péssimos, porém fora de casa a equipe perdeu somente uma vez. Essa é uma das principais apostas para conseguir os três pontos diante do Coritiba. Se conseguir vencer, a equipe alvinegra acalmará os ânimos, irá se distanciar da zona de rebaixamento e se reaproximará do G-6, a zona que dá garantia para a Libertadores 2018.

 

Para o jogo teremos a volta do capitão Leonardo Silva ao time titular ao lado de Gabriel. Gustavo Blanco deverá entrar no meio campo no lugar de Yago e Rafael Moura deverá ser titular, já que Fred está no departamento médico.

 

A tarde de domingo será de reencontros, afinal o novo comandante do Coxa é ex jogador do Galo e também ex técnico: Marcelo Oliveira é um velho conhecido dos mineiros.

 

Atlético e Coritiba se enfrentam às 16h, no Couto Pereira. A vitória é NECESSÁRIA, precisamos dos três pontos. Vamos GALO!

 

 

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X ATLÉTICO

 

 

Local: Estádio Couto Pereira,  em Curitiba.

Hora:  Às 16h (Brasília).

Motivo: 17° rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães, Rodrigo F. Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha.

 

Coritiba: Wilson; Léo,  Márcio, Werley e William Matheus; Jonas, Matheus Galzedani, Alan Santos, Tomas Bastos, Rildo e Henrique Almeida.- Técnico: Marcelo Oliveira.

 

ATLÉTICO: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Léo Silva e Fábio Santos; Adilson, Elias, Gustavo Blanco e Cazares;  Robinho e Rafael Moura.- Técnico: Rogério Micale.

 

Por Eduarda Moreira.