LADEIRA ABAIXO

 

A Chapecoense perde de 2x1 para o time misto do Palmeiras e assume a 18ª colocação da tabela.





 

Reprodução: Chapecoense Oficial


 

Neste domingo (2), a Chapecoense recebeu o Palmeiras, e mais uma vez, os adversários não tiveram dificuldades para vencer da equipe catarinense - a princípio o jogo começou amarrado, devido a uma chuva que deixou o campo encharcado, com isso, os times não conseguiram evoluir e cometeram algumas faltas, não foi atoa que com menos de cinco minutos já havia saído dois cartões amarelos, para Diego Torres do lado da Chape e Victor Luis para o lado do Palmeiras.

 

Quando o jogo pegou para valer, o alviverde paulista logo tomou conta da partida. Aos 13, Felipe Melo cruzou a bola pelo lado direito e Hyoran cabeceou abrindo o placar, fazendo valer a lei do ex. Aos 23, foi a vez da Chape chegar com perigo na área do Weverton, após uma cobrança de escanteio, Leandro Pereira cabeceou a bola e acertou a trave do goleiro do Palmeiras.

 

A primeira etapa seguiu e os visitantes continuavam com o maior domínio e com mais chances de ampliar o placar do que sofrer o empate.

 

Reprodução: Chapecoense Oficial


 

Para a etapa complementar, o técnico Felipão tirou o Victor Luis que já estava amarelado e colocou Diogo Barbosa, já o Guto Ferreira continuou com o mesmo time. Com isso, aos 6, viu Borja ampliar o placar, após um toque sutil na saída do goleiro Jandrei.

 

O que já era difícil, se tornou ainda pior, a Chapecoense não conseguiu evoluir e passar pela boa defesa do Palmeiras. Mas foi na bola parada que o Verdão do oeste encontrou o caminho do gol. Aos 15, após uma cobrança de escanteio de Diego Torres, Rafael Thyere subiu mais alto que todo mundo para cabecear e acertar o fundo da rede.

 

A equipe catarinense teve uma chance de empatar a partida, aos 36, o argentino Doffo teve a bola do jogo, após, Leandro Pereira não conseguir o domínio pelo alto, a bola sobrou nos pés do jogador, livre de marcação, mas ele chutou para fora.

 

A chapecoense termina a rodada na zona de rebaixamento e terá as chances de reagir na próxima quarta-feira (5), quando visita o lanterna do campeonato, às 21H, em Curitiba.

 

Por Carla Leticia.