LEC empata com o Paysandu no Café e goleiro Marcelo Rangel afirma "vamos seguir na briga até o final"

Faltam 4 rodadas para o Tubarão lutar para conquistar o tão esperado acesso à série A do Campeonato Brasileiro. Próximo adversário será o Atlético Goianiense na terça-feira, 8. 

 

O Londrina Esporte Clube e Paysandu empataram sem gols na noite da última terça-feira, 1, no estádio do Café, em partida válida pela 34ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Tubarão chegou aos 54 pontos e ocupa temporariamente a quinta colocação na tabela, mas precisa aguardar o complemento da rodada. Próximo adversário será o Atlético Goianiense, líder da competição,  na terça-feira, 8.

 

Atacante Itamar teve gol anulado após assistente acusar impedimento do centroavante alviceleste. Foto: Wellington Ferrugem

 
 

O LEC ainda sofreu com anulação de um gol no segundo tempo da partida. Os cinco minutos, o meia Zé Rafael lançou para o atacante Itamar que de cabeça abriu o placar para o Tubarão. Porém, o assistente acusou impedimento e o gol foi anulado.

 
 

SE NÃO É SOFRIDO, NÃO É TUBARÃO

 

Faltam apenas quatro rodadas para o fim da série B e o sonho do acesso continua vivo no elenco alviceleste. Durante a coletiva após a partida, o goleiro Marcelo Rangel destacou que a briga continua até o fim " Estamos vivos ainda e vamos brigar pelo acesso até o final", afirmou Rangel.

O Tubarão tem a capacidade de se reinventar em momentos decisivos. Foi assim quando voltou a conquistar um Campeonato Paranaense depois de 22 anos de espera, em 2014.  Quem não se lembra daquela semifinal contra o Atlético Paranaense em que o alviceleste saiu atrás no placar e precisava marcar quatro gols para enfrentar o Maringá na final.  E assim foi feito. Um dos jogos mais emocionantes de sua história.

Foi assim também durante a série C do Campeonato Brasileiro, quando o LEC conquistou o acesso à série B. Ainda faltam quatro rodadas e sabemos que é possível.

 

"Tu surgiste oh!, Grande Londrina

do seio de um povo que tem muita fé".

 

Viviane Alexandrino, torcedora do Londrina Esporte Clube.