LEC perde para o Avaí e adia sonho do acesso à série A

O Tubarão ainda tem mais uma partida na série B: será no próximo sábado, 26, contra o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Na última partida do ano no estádio do Café, o Londrina Esporte Clube acabou perdendo para o Avaí pelo placar de 1 a 0 e adiando o sonho do acesso à série A do Campeonato Brasileiro.

 

Mesmo perdendo o jogo e o acesso, torcedor alviceleste aplaudiu o esforço do Tubarão na competição.

Foto: Wellington Ferrugem.

O Tubarão fez diante de sua torcida, uma de suas melhores apresentações no Cafezão e na série B. Entrou em campo no primeiro tempo com ímpeto de vencer e levar a decisão do acesso para Bragança Paulista. Itamar, Zé Rafael, Safira, todos tiveram chances de abrir o marcador para o alviceleste. A bola parecia que não queria entrar.

O esquema tático funcionou bem: o meio-campo conseguia armar as jogadas para o ataque, as laterais conseguiam fazer com que o jogo acontecesse quando a marcação do Avaí pressionava e o ataque conseguia chegar ao gol do adversário. Ora o Tubarão era parado pelo goleiro Renan, ora pela falta de uma finalização certeira de seus centroavantes.

Na volta do segundo tempo, o alviceleste foi surpreendido pelo gol de Diego Jardel aos quatro minutos da etapa complementar e sentiu o gol. Ainda assim, continuou jogando bem e tentando buscar a virada. Infelizmente a virada não veio.

Agora, o Tubarão se prepara para fazer o último jogo do ano, fora de casa, contra o Bragantino, pela 38ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro. Será a despedida da competição.

 

O LEC não tem do que se envergonhar. Quando chegou à série B, muitos acreditam que o time lutaria para não ser rebaixado. Times sem grandes contratações e orçamento limitado. Surpreendeu e lutou até a penúltima rodada para buscar o acesso à elite do futebol. Como visitante, foi um adversário indigesto e deu trabalho. Venceu partidas de times considerados melhores tecnicamente. Em casa tropeçou em alguns jogos e deu espetáculo em outros. Como esquecer do jogo contra o Atlético Goianiense. Era tudo o nada. E o Tubarão foi para cima.

 

Ganhando ou perdendo, Londrina Esporte Clube até o fim.

Foto: Wellington Ferrugem.

 

O que ficou foi a experiência de uma campeonato desgastante fisicamente e extremamente competitivo. Ficar na série B por mais um ano não é demérito, é experiência e aprendizado para que o LEC melhore para 2017.

 
 

FICHA TÉCNICA

 

Local: Estádio do Café, em Londrina.

Data: 19 de Novembro de 2016 – Sábado

Horário: 16h30.

 

Público Pagante: 10.905 pessoas.

Público Total: 11.403 pessoas.

 

Gol: Diego Jardel aos quatro minutos do segundo tempo.

 

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro.

Auxiliar 01: Cristhian Passos Sorence.

Auxiliar 02: Leone Carvalho Rocha.

 

LONDRINA: Marcelo; Lucas Ramon, Matheus, Marcondes e Léo; França (Rondinelly), Germano, Rafael Gava e Zé Rafael (Netinho); Safira e Itamar (Bruno Batata). Técnico: Cláudio Tencati.

 

AVAÍ: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Luan, João Filipe (Judson), Renato, Diego Jardel e Marquinhos (Vitor); Rômulo (João Paulo). Técnico: Claudinei Oliveira.

 

Valeu, Tuba. " O que importa é o ideal de vitória, pois para nós serás sempre campeão".

 
 

Viviane Alexandrino, torcedora do Destemido Tubarão.