LIVERPOOL VENCE PORTO NAS QUARTAS DE FINAL DA CHAMPIONS LEAGUE

Foto: Getty Images – Site UEFA

 

LIVERPOOL VENCE PORTO NAS QUARTAS DE FINAL DA CHAMPIONS LEAGUE

O time inglês fez partida perfeita, marcou 2 gols, de Keita e Roberto Firmino, e conquistou vantagem na competição

 

Os Reds jogaram com muita determinação e dominaram a partida realizada na tarde desta terça (09), em Anfield. Com a vitória, o Liverpool saiu em vantagem e pode perder por um gol de diferença no próximo jogo, no Estádio do Dragão, que passa de fase na competição.

O destaque do confronto foi o brasileiro Roberto Firmino que voltou a exibir a sua inteligência em campo e teve um papel decisivo na vitória. Soube sair da marcação e demonstrou o seu talento de artilheiro para fazer o segundo. A forma como o brasileiro se move entre linhas faz dele um pesadelo para as defesas, mas um sonho para o sistema de Klopp.

O Liverpool dominou o primeiro tempo e levou apenas cinco minutos para abrir o placar. Depois de boa jogada entre Milner e Mané, a bola chegou aos pés de Keita, que arriscou da entrada da área para colocar a bola no fundo das redes. Por muito pouco não ampliou o placar, dois minutos depois, numa tentativa de Firmino, onde a bola foi desviada por Militão. Outra chance surgiu em jogada de Salah depois de falha da defesa do Porto, aos 17, onde ficou de frente para Casillas. A bola bateu na trave.

 

A comemoração dos Reds

Foto: Getty Images - Site UEFA

 

Aos 25, Henderson livrou-se da linha de marcação com passe preciso para Alexander-Arnold, que cruzou rasteiro para Firmino fazer o segundo dos Reds. A vantagem do placar fez o time inglês diminuir o ritmo e administrar o placar e essa postura facilitou o Porto a encaixar algumas jogadas de ataque, como a de Marega, que aos 29 recebeu passe e ficou frente a frente com Alisson, que fez bela defesa. O brasileiro foi outro destaque da partida.

Com 29 aconteceu o lance polêmico do duelo. Em jogada ofensiva, Alisson colocou a bola para escanteio e ela pareceu ter desviado na mão de Alexander-Arnold antes de sair. Após consulta do VAR, o árbitro espanhol Pau Cebrián Devís optou por mandar o jogo seguir.

O Porto voltou mais combativo para a segunda etapa, subiu as linhas de marcação, e teve algumas oportunidades de marcar, o que não fez e tem o ditado “quem não faz, leva”. Mané marcou o terceiro, mas o gol foi anulado por posição irregular do atacante. Pouco depois, Marega quase aproveitou as falhas de Van Dijk e Alisson e fez para o time português.

Quase no final da partida, outro lance polêmico. Depois de uma dividida na área, Felipe caiu na área e pediu pênalti. No contra-ataque, Salah pisou em Danilo Pereira, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Definitivamente, não foi uma tarde portuguesa.

No final da partida Virgil van Dijk, defesa do Liverpool, comentou:

"Alcançamos um excelente resultado hoje. Não tomamos gols e fizemos dois. É algo bom para darmos continuidade na próxima partida, que precisamos vencer para obter a classificação”.

 

Carla Andrade