LONDRINA DE UM DONO SÓ: NOSSO!


 

Salve caçulas Gigantes, mais uma Série B acabou e a camiseta do coro, você ainda não tirou? Já conseguiu explicar para aquele amigo chato que o Londrina é uma montanha-russa , que te dá um friozinho na barriga, uma adrenalina, e que mais de 80% do tempo você está de ponta cabeça!? Pois é, porque muitos ainda não.

O resultado disso é tentar digerir vários comentários que beiram a estupidez, como de um senhor que esbravejou, não com o time, mas sim com uma derrota, que seu netinho não estava acostumado a perder, pois é, amigos, o Londrina fazendo escola, ensinando o que é espírito esportivo, se só vencesse não precisaria de TORCEDOR! Mas isso tudo, com certeza, foi planejado naquela mesa no dia 05 de abril de 1956.

Aqueles senhores, que mesmo tendo várias opções de time resolveram sonhar com o seu. Sonho esse que se tornou nosso e que damos continuidade até os dias de hoje,

Sonhamos com o acesso. Sonhamos com os melhores patrocinadores. Sonhamos em sermos vistos em âmbito nacional. Sonhamos a partir do momento que abrimos o guarda-roupa e colocamos a camisa pra sair. Sonhamos em ver nossas crianças torcendo não pelos resultados, mas sim pela nossa sobrevivência, sonhando que a única televisão seja o cafezão em céu aberto. O Londrina nunca foi de um dono só, até no seu nascimento foi compartilhado e não será um engravatado metido a mandão que mudará isso, criança mimada que cresceu, tendo que aprender depois de marmanjo que o Londrina nunca dependeu de uma pessoa só.

O Londrina não se resume em alguns anos, mas em 62, no qual nem Raimundos é capaz de explicar. Nosso amor não é na folhinha, temos  corações  alvicelestes que nem o tempo será capaz de desbotar.


(Foto: Site Oficial Londrina Esporte Clube)

 

Por: Irmãs Prado