LUTEM ATÉ O FIM!

 

Foto: Lucas Merçon

Vivo uma realidade tragicômica com a atual situação do meu Fluminense no Brasileirão. No final do último jogo, que poderia ter resultado em vitória com tantas chances de gol perdidas, tive uma crise de choro, onde as lágrimas caiam sem o menor esforço. Ao desabafar, dei um sorriso e pensei "vai dar tudo certo, deixa de ser exagerada".

Achei engraçado meu amigo Ricardo Cruz fazer uma projeção nesses sites e postar que aquela possibilidade de algo tenebroso está distante. Evito dizer o nome, por acreditar que o universo ouve nossos pensamentos e os transforma em realidade. Então, meus amados leitores Tricolores, vamos manter o pensamento positivo, entoar mantras e manter as preces em dia.

Com 30 pontos, na 16ª posição, a mesma pontuação do Ceará, atrás apenas nos critérios de desempate, o Tricolor precisa vencer e voltar para casa com os três pontos. Se o pior acontecer, pode fechar a rodada na nefasta zona,  dependendo do resultado do jogo com o Cruzeiro, que enfrenta o Botafogo na quinta. Nosso Fluminense é enorme para contar pontos e, muito menos depender de resultado alheio. A que ponto chegamos.

Momento de entrar no gramado do Castelão completamente focado e comprometido em sair triunfante. Pela tradição e peso da camisa mais bonita do mundo e por Tricolor de toda a terra.

O último treino antes do duelo foi realizado na manhã desta terça (29), e, na sequência, a delegação embarcou para Fortaleza, onde ficará concentrado até o início do jogo, que começa às 21h30, pela 29ª rodada do Brasileirão.

No embarque, Nenê ressaltou aos jornalistas a importância de um bom resultado depois do último tropeço.

Foto:Lucas Merçon 

“Tínhamos que ter ganho e agora temos que recuperar esses pontos fora de casa, contra o Ceará. Ainda mais por ser um rival que está com mesmo número de pontos que a gente. Estamos perto da zona de rebaixamento de novo. O alerta voltou ao máximo. Não podemos mais perder pontos, principalmente contra rivais diretos”, avaliou.

Digão também falou sobre suas expectativas e reafirmou a importância de ter foco em cada partida até o fim da temporada.

“Só dependemos de nós. Toda partida vai ser decisiva para a gente até o fim do ano. A cada quarta e domingo teremos guerras. Temos que estar totalmente concentrados, focados”, disse.

O técnico Marcão pretende dar continuidade ao trabalho e afirmou ter  conversado bastante com seu elenco para reforçar o lado emocional e mental. tricolores possam voltar a vencer dentro do Brasileiro. Para ele, cada partida é como uma final até a última rodada.

Marcão escalou Ganso no lugar de Wellington Nem e o volante Yuri no lugar de Allan, suspenso por cartão.

Com isso, o Fluminense deverá entrar  em campo com: Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri, Daniel e Ganso; Nenê, Marcos Paulo e Yony.

Foto: Lucas Merçon

 

Que João de Deus nos abençoe.

 

Meu coração apaixonado ainda sangra.

 

Carla Andrade