Mais raça do que tática!

 

Bagunçado em campo, Corinthians volta a vencer no Brasileirão!

 

Ufa! Vencemos! 3x1 diante do Botafogo, na tarde deste domingo na Arena Corinthians. O placar até pode enganar, mas o futebol apresentado pelo Corinthians, foi daqueles que causam dor nos olhos, os buracos na defesa ficavam escancarados.

Tivemos uma semana cheia, a saída de Tite e a confirmação de Cristovão Borges, sem contar as inúmeras lesões, causando apreensão na Fiel torcida. O adversário, o instável Botafogo por muitos considerado presa fácil, deu trabalho.

Há tempos eu não via o Corinthians tão desorganizado em campo, o interino Carille, pouco podia fazer. Com as merecidas honras, Tite se despediu e acompanhou a equipe da tribuna, Cristovão estava no camarote,  tenho certeza que a postura da equipe em campo, deve ter incomodado aos dois.

O jovem zagueiro Pedro Henrique, por muitas esteve perdido, Balbuena a quem atribuo titularidade fácil, teve trabalho pra acompanhar os atacantes do time carioca. Cássio, ahhh Cássio...este falhou novamente e como homem, assumiu o erro, mas curiosamente, não voltou do intervalo, dando lugar ao jovem goleiro Caique.

Caique fez sua estreia no profissional, sendo acompanhado de perto pelo preparador Mauri Lima, e agradou. O menino em nenhum momento deixou transparecer a idade, saiu bem do gol e quando foi acionado, fez a defesa com tranquilidade.

 

Desordem tática e estrela de Bruno Henrique

 

Diante de um Botafogo bem armado defensivamente, o Corinthians chegou a vitória com gols de chute de longa distância. A arma do Timão, novamente foi a técnica do lateral Fagner, que rolou  para Bruno Henrique na entrada da grande área. O volante não perdoou e estufou as redes!

 

Bruno Henrique comemora, um de seus dois gols. Foto: Ag Corinthians

 

Ainda no primeiro tempo, Leandrinho sem ângulo empatou a partida, e o Botafogo, passou a assustar.

Já na etapa complementar, Marquinhos Gabriel, furou o bloqueio botafoguense e chutou colocado, 2x1. Dos pés de Fagner, nasceu a jogada do terceiro gol. Após cobrança de falta, Balbuena escorou de cabeça e Bruno Henrique marcou mais um, 3x1.

 

 

Por um lado, o  até breve ao Mestre…

 

– Conseguimos seis títulos juntos aqui, mas o que eu e a minha família vamos levar pra sempre é a gratidão e o carinho de vocês. -Tite

 

Tite fez questão de agradecer a Fiel Torcida. Foto: Globo Esporte.

 

Tite esteve na Arena, algo que estamos tão acostumados a ver, mas desta vez, foi diferente. O Mestre, não esteve ali para comandar o time, mas sim para se despedir do clube, que lhe fez Ídolo.

A festa, foi carregada de emoção, da troca de carinho e admiração entre torcida, clube e treinador. Ade, se despede para um novo passo em sua vida com 6 títulos na bagagem, um currículo invejável: foram 378 jogos, com 196 vitórias, 110 empates, 72 derrotas e seis títulos conquistados. Boa Sorte!

 

...Do outro, a dor de cabeça para Cristovão!

 

"Sou funcionário do clube e volto a ser auxiliar. Pra mim é uma satisfação muito grande trabalhar como auxiliar no Corinthians. Não conversei ainda com o Cristóvão. Sei que é uma excelente pessoa, um excelente profissional. Ele vai chegar com as ideias dele. Vamos tentar ajudar", disse Fábio Carille

 

Um nova era terá inicio no Corinthians. Com contrato até o fim de 2017, Cristovão Borges chega para comandar a equipe, surpreendendo a todos.

Ex-jogador do clube, o treinador tem boa relação com os cartolas alvinegros, o que facilitou sua contratação.

 

Cristovão assinará contrato nesta segunda. Foto: Corinthians Oficial

 

A dor de cabeça que o treinador terá para escalar a equipe, contra o Galo é grande. Walter, Elias, Cristian, Danilo, Giovanni Augusto, Vilson e M. Vidotto, estão no D.M, Balbuena recebeu o terceiro amarelo e está suspenso, Cássio teve mal estar e não se sabe se retornará ao time. Yago retorna após suspensão e será o titular.

O setor ofensivo da equipe, segue em baixa. Romero entrou no lugar de Luciano, e poucas vezes recebeu a bola. Lucca, quando recebia, chutava como juvenil. O treinador terá muito o que fazer...

Fica a torcida pelo sucesso de Cristovão! Que no clube, ele siga os passos de Tite, que chegou contestado e se tornou ídolo!


por Mariana Alves