Mais três na conta!

 

Com gol de Giovanni Augusto, Corinthians vence a terceira seguida


Corinthiano , que é Corinthiano, sempre dá um jeito de acompanhar o Timão. No clássico entre Corinthians e Santos, o sofrimento que passei, caçando link pra acompanhar o jogo e tendo de me contentar com o bom e velho rádio, valeu a pena!

Já fazia tempo, que não sentia a emoção do jogo pelo rádio, de ter de confiar nos narradores e crer que meu time jogou bem, assim como eles diziam. A incredulidade, vinha da insistência do placar em manter o 0x0.

Todos os narradores, pontuavam o jogo defensivo do Santos, que pouco fez em campo. Remendado, sem vários jogadores, o time da baixada teve de aguentar a pressão alvinegra, e o placar final, ficou barato

Ali torcendo, agarrada ao rádio a emoção a flor da pele, por lances que muitas vezes estavam longe do gol, mas que  com a entonação característica dos narradores, aparentam estar a centímetros da área, somente aos 36 minutos do segundo tempo, o grito de gol entalado finalmente saiu.

O fim da angustia veio graças a Giovanni Augusto, do jeito Corinthiano, com raça, sofrido! Fagner cobrou falta, e a bola sobrou para  Guilherme, que alçou na área. Felipe e Cristian, resvalaram  antes de sobrar para Giovanni Augusto, que matou no peito e  já caindo e marcou. Uma vitória ala Corinthians, no 1x0, na bacia da almas.

 

Giovanni Augusto, autor do gol Corinthiano. Foto: Marcos Ribolli- Globo Esporte

 

A missão de furar a retranca santista

 

O jogo foi resumido em ataque x defesa, mas mesmo melhor, o Corinthians teve dificuldade para passar pelo bloqueio santista. Novamente jogando  4-2-3-1, o Corinthians viu um Santos sem nenhum atacante, jogar como se estivesse num 4-6-0, finalizando apenas 2 vezes.

 

"Santos veio um pouco atrás, até surpreendeu. É uma equipe bastante ofensiva, acho que pelos desfalques. Corinthians é o tempo inteiro em cima. a gente insiste para fazer o gol", afirmou o zagueiro Felipe.

 

A defesa santista não conseguiu marcar nossa principal arma, o lateral Fagner. Era dos pés do lateral, que nasciam nossas jogadas.

Na armação Giovanni Augusto, conseguiu fazer o que Guilherme, bem marcado e Marquinhos Gabriel, apagado, não conseguiram. Bem nas armações da jogada, o meia foi coroado, com mais um gol na Arena.

No gol, Walter novamente passou ileso. Enquanto isso, Cássio vê a cada dia mais longe a chance de retomar a titularidade, pois o seu substituto tem passado confiança ao time, e agradado a torcida.Outro jogador que merece ser lembrado é o volante Cristian. O jogador reencontrou o futebol no Timão e ontem, foi um verdadeiro xerife, sendo um dos que mais desarmou.

 

Cristian, um dos destaques da partida (Daniel Augusto JR./Ag. Corinthians)

 

Próximo Compromisso

 

Alcançamos a terceira vitoria consecutiva, o que nos mantém no G-4, com 10 pontos. Novamente um Corinthians contestado vem calando a boca dos críticos e todos sabem o resultado da somatória, entre Corinthians desacreditado + Tite + Brasileirão…

Não posso deixar passar, a atitude do jogador santista Zeca, que fez gestos para Nação Corinthiana, curiosamente só teve a coragem após já estar no túnel que leva aos vestiários. Bem Zeca, enquanto o senhor dormia em campo, meu time garantia a pescaria e quando  você voltar a Arena, espero ver toda essa marra dentro de campo. Você repete o ato de um outro jogador santista medíocre, que ao ver que não ganharia na bola, tentou chapelar o grande Chicão com a bola já parada. Os dois fizeram a Fiel rir!

O próximo desafio do Corinthians, sera contra o Coritiba, no sábado, às 20h30 (de Brasília), na Arena Corinthians. O Santos, por sua vez, enfrenta o Botafogo, no domingo, às 11h (de Brasília), no estádio do Pacaembu.


 

Por Mariana Alves