Mais um empate com gosto de poderíamos mais…

No Serra Dourada, Ceará e Atlético - GO se enfrentaram nesta segunda - feira (29) ás 20h00min, o placar final foi de 2 x 2.

 

Era uma disputa direta por posição, e mais uma vez, o time Cearense não soube aproveitar a vantagem numérica em campo e deixou escapar pontos importantíssimos. Ganhamos um ponto ou perdemos dois? Esse foi o questionamento deixado após o apito final.

 

Bem postado em campo, o Vovô passou os minutos iniciais mais estudando os donos da casa e se protegendo. Aos 22’ em jogada iniciada pelo meia Felipe, titular absoluto, porém havia ficado de fora das partidas anteriores com desgaste físico, tocou para Eduardo, na medida, o lateral fez o cruzamento para a pequena área, onde estava Bill, homem gol do Ceará, não desperdiçou a oportunidade, só escorou de cabeça, 1 x 0 para o Mais Querido.

 

Os Atleticanos sentiram o gol, e o Vovô cresceu no jogo, Kléver foi exigido em lance perigoso de Bill, e após o zagueiro Lino tirou de cima da linha cabeçada de Charles.

 

Sem converter em resultado a superioridade, aos 39’ a zaga alvinegra falhou e Gilsinho, de longe, girou livre e chutou forte, Everson nada pode fazer; Tudo igual no placar. Valdo que estava na jogada, apenas assistiu o lance, segundo jogo seguido que tomamos gol em falhas do zagueiro, embora com o setor passando por uma escassez, perdemos dois defensores na temporada para o DM, está na hora do Sérgio promover o retorno de Ewerton Páscoa que já se encontra a disposição, e o presidente já cogita a contratação de mais dois jogadores para a posição, a pedido do técnico.

05 minutos depois, a virada, pênalti infantil cometido pelo mesmo Valdo, Pedro Bambu chutou, e o zagueiro, dentro da pequena área se joga na bola com as mãos levantadas. O arbitro nem pensou duas vezes e assinalou a penalidade máxima. O lateral Romário aproveitou a chance e virou o placar para o Rubro – Negro.

 

Bill em otima fase com a camisa Alvinegra!

 

Fonte: Esportes O Povo


 

Voltamos para a etapa complementar já com duas alterações, Felipe com dores saiu e Serginho assumiu a posição, William Henrique apagado em campo, deu lugar a Tomas Bastos.

 

Logo aos dois minutos, Bill e seu faro, igualou novamente a partida, após cobrança de falta de Tomas Bastos, o atacante de cabeça novamente, marca o segundo gol do Ceará na partida, segundo dele no jogo, 40º com o manto sagrado.

Aos 06’ o atacante Alison, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Mesmo com um jogador a menos em campo, o Atlético ainda assustou o gol dos visitantes, Everson fez excelentes defesas, resguardando sua meta e mantendo o resultado.

O Vovô, não conseguiu se aproveitar da situação e até preferiu não arriscar muito, diante do organizado time Goiano. O Sérgio Soares, ainda promoveu a entrada do meio campista Ricardinho, na vaga do volante Diego Felipe, mas sem muito poder de criação, nada mudou na contagem final do duelo.

Diante das circunstâncias, o empate foi comemorado pelos donos da casa, já para o Ceará, ficou a sensação de que poderia ter saído de campo com os 03 pontos.

Com o resultado, nada mudou na tabela, o Atlético – GO permanece em 2º, agora com 38 pontos e o Ceará em 03º com 37, podendo cair uma posição dependendo do complemento desta 22º rodada.

 

(Foto: Divulgação / Atlético-GO)


 

O Ceará agora encara o Avaí na Arena Castelão, Domingo (04), com a obrigação de vencer, a “gordura” já foi queimada, o G4 está em risco, precisamos de mais qualidade técnica e força de vontade, voltar a jogar coletivamente, em prol do acesso.  

 

Ficha Técnica:

 

ATLÉTICO-GO: Kléver; Matheus Rodrigues, Marllon, Lino e Romário; Michel (Silva), Pedro Bambu, Magno Cruz e Jorginho (Júnior Viçosa); Gilsinho (Bruno Barra) e Alison.

Técnico: Marcelo Cabo

 

Cartões distribuídos para o Atlético: Romário, Michel, Gilsinho, Charles e Alison. Alison duas vezes, levando o vermelho e sendo expulso.

 

 

CEARÁ: Éverson; Tiago Cametá, Valdo, Charles e Eduardo; Richardson, Diego Felipe (Ricardinho), Wescley e Felipe (Serginho); Bill e William Henrique (Tomas Bastos).

Técnico: Sérgio Soares

 

Cartões distribuídos para o Ceará: Eduardo, este levou seu terceiro cartão e cumprirá suspensão na próxima rodada.

 

 

A arbitragem ficou por conta de: Marcos Mateus Pereira (MS) , Daiane Caroline Muniz (MS) e Sergio Alexandre da Silva (MS).

 

Por: Priscylla Lima.