Mais um jogo em que a arbitragem foi protagonista.

Com erros da arbitragem, Vasco e Chapecoense ficaram no empate

 

 
O que a arbitragem fez no jogo desta quinta feira no maracanã foi vergonhoso. O torcedor vascaíno em todo lugar, ficou com certeza muito irritado e com muita raiva, mas os que estavam no estádio que viram os erros de perto se sentiram muito mais irritados. 
 

imagem: Lancenet.com 
 
Nessa reta final onde cada ponto é importante para o Vasco se recuperar,o Gigante já foi prejudicado nos dois jogos seguidos, contra Avaí e Chapecoense, curiosamente dois clubes de Santa Catarina, que também estão na luta para escapar do rebaixamento no campeonato brasileiro. Em um lance em que vimos claramente que a bola tocou na barriga do zagueiro Rodrigo, o árbitro entendeu diferente e só ele viu a bola tocando na mão do zagueiro, já no outro lance ele deixou passar a bola que pegou na mão do jogador da chapecoense... Ué, que regra é essa afinal? Que critério é esse que eles usam? Ou será que o árbitro é ruim mesmo? 
Os erros de ontem, que não foram os primeiros erros cometidos contra o Vasco e acho que não serão os últimos deixaram o presidente Eurico Miranda muito irritado, o presidente não poupou ninguém e saiu atirando para todos os lados, em entrevista coletiva depois da partida de ontem, o presidente disparou :
 
- Alerto para uma situação que demonstra claramente a culpa da comissão de arbitragem e de quem tem poder sobre ela, que é a própria CBF. Tem jogo político muito forte. O presidente da CBF está para sair. Não saiu ainda porque tem um opositor. Esse opositor é o presidente da Federação Catarinense de Futebol, que tem quatro clubes envolvidos (na luta contra o rebaixamento) e claramente está mostrando qual a sua posição. Inclusive, levando a criação dessa liga (Rio-Sul-Minas) que já classifiquei como ilegal e imoral. É evidente que tem interferência direta na arbitragem. Muita gente fala: "ah, compraram o árbitro". Não é nada disso. O árbitro vai para partida e recebe comunicados antes. Esse presidente da Federação Catarinense, com a maior tranquilidade, vai ao vestiário dos árbitros, coisa que, "em tese", é proibida. O que ele vai dizer? Para apitar bem ou que em breve ele estará na (presidência) CBF. Diz que o árbitro com ele vai chegar a ser aspirante à Fifa. Isso é o principal que pode se oferecer ao árbitro - afirmou Eurico. O presidente também falou do lance a favor do time Catarinense onde foi marcado pênalti do jogador Rodrigo :
 
- O que aconteceu hoje foi escândalo. Marcou um pênalti que a bola bate na barriga (lance com Rodrigo). Ele levou muito tempo para marcar, porque alguém mandou ele marcar. Alguém mandou por esses aparelhos de comunicação que eles usam. Deve ser o ponto eletrônico. Árbitro quando marca com convicção aponta para a marca de imediato. É só ver a sequência. Primeiro não foi pênalti. Aí ficou caracterizado a má intenção dele e desse ponto eletrônico, que não funcionou da mesma maneira no lance do outro lado. O cara deu uma raquetada dentro da área e aquilo não foi pênalti? Dizer que não viu? Viu. E não marcou - disse Eurico. O presidente não se intimidou e falou em tom de ameaça:
 
-Em nenhum momento o Vasco pediu qualquer tipo de ajuda, mas está absolutamente claro que querem impedir que o Vasco alcance o seu objetivo e não vou assistir passivamente isso. Estou chamando a responsabilidade do presidente da CBF, chamando a responsabilidade desse departamento de árbitros que é absolutamente incompetente e espero que não tenha outras coisas por trás disso. Hoje é mera suposição. Se o presidente da CBF está vivendo problemas hoje, vai viver coisas muito maiores depois. Não tem direito de fazer isso com uma instituição centenária como o Vasco. Além de falar também que não tem medo de sofrer represálias. 
 
Quem não ficou nem um pouco satisfeito com as declarações do presidente do Vasco, foi o presidente da federação Catarinense que também deu uma resposta para o presidente Eurico :
 
Eurico - Espn.uol.com 
 
- Isso é coisa de idiota. Ele é um idiota e um mentiroso! Ele aponte somente um árbitro do Brasil que diga que entrei em vestiário para tentar cantar a arbitragem, pedir favorecimento ou qualquer coisa ilegal. Ele que aponte um. Um só. Ele é um mentiroso. Hoje é proibido ir no vestiário, embora presidente seja delegado do jogo, mas nunca vou como delegado. É um mentiroso, ele nem estava lá. Ele que aponte um que diga isso. Entrou para reclamar da arbitragem - disse Delfim, por telefone, ao GloboEsporte.com. Além de falar que o dirigente Vascaíno faz mal para o Vasco e para o futebol brasileiro. 
E no meio disso tudo, dessa briga que ainda vai render muito e dá muito o que falar, o Vasco perdeu 4 pontos que o deixaria em uma situação bem mais confortável no campeonato,pontos que mesmo que haja uma punição para o árbitro Ricardo Marques Ribeiro não vão voltar mais, e não adianta falar que é mimimi e que não adianta reclamar é claro que não vai mudar em nada o resultado da partida, mas tem que reclamar sim, para que erros como esses não voltem a se repetir.  Então é isso vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos...
 
Avante Vascão! 
 
Jessica Martins.