MAIS UM PASSO RUMO AO ACESSO!

 

Santa Cruz recebeu o Clube do Remo hoje (08), pela 13ª rodada da série C, venceu e afundou o adversário na lanterna do Grupo A.

 

Jogando em casa e dependendo somente de si para se consolidar no G4, o Santa Cruz não decepcionou e venceu por 2x0, elevando ainda mais a confiança da torcida, que compareceu em bom número e fez uma bela festa.

 

BACALHAU, PRESENTE!

 

https://pbs.twimg.com/media/Dhm6xZ8W4AANUHF.jpg

(Foto: Daniel Gomes)

 

Antes do apito inicial, o Mais Querido prestou uma merecida homenagem ao maior torcedor-símbolo do clube, o Bacalhau, que faleceu nesta semana, aos 77 anos.

 

O JOGO

A partida começou bem movimentada, o Santa desempenhou bem a função de dono da casa e pressionou o visitante. Com a postura mais ofensiva, o tricolor trocou passes na área adversária, chegava com bom volume, mas não finalizava.

Pipico mostrou a que veio logo aos 11 min. Vitor lança uma bola na medida para cabeceio do centroavante, que finalizou bem e mandou a bola para o fundo do gol azulino.

 

GOL DO SANTA CRUZ!

 

Santa segue no G-4 da Série C e agora é o terceiro colocado

(Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

 

Que faro! São 3 gols em 3 jogos. Que aproveitamento do meu camisa 9! Na comemoração do gol, o centroavante foi para a torcida comemorar e reverenciá-la.

Depois de levar o primeiro gol, os visitantes foram para cima, mas ainda bem que nosso meio-campo funcionou, pois no que depender de Tiago Machowski, o Santa não ganha uma. Não inspira a mínima confiança!

Chutão vai, chutão vem e nada de finalizações perigosas das equipes. Arthur Rezende meteu um carrinho para cima de Rodriguinho, recebeu o terceiro amarelo e está suspenso na próxima partida.

Antes do fim do primeiro tempo, o dono da camisa 7, Robinho, que só melhora a cada partida fez fila na zaga paraense e conseguiu somente um escanteio. Já tem algumas rodadas que nosso menino tem merecido o gol.

O time Remista voltou com vontade de reverter a situação, jogando com a corda no pescoço, partiram para o tudo ou nada. Mas com péssimas finalizações, não armou nenhuma jogada de perigo ao gol Coral.

A melhor chance deles nos minutos iniciais foi aos 16 min, quando Augusto Silva furou ao tentar tirar a bola da defesa e acabou deixando Isac de cara com Tiago, mas chutou mal e o goleiro estava atento e evitou o gol.

Os visitantes entraram em desespero e o Santa entrou na pilha e começou a tentar chegar a qualquer custo, mas sem nenhum capricho.

Lá pelos 30 min, a equipe paraense mantinha a posse de bola, mas tinha também um ataque ineficiente, que não se encontrava e era desarmado frequentemente pelos donos da casa.

Mas de tanto tentar, quase conseguiram o empate. Aos 42 min, Eliandro recebeu um cruzamento, cabeceou, a bola bateu no travessão e o goleiro pegou. Totalmente vendido, Tiago só olhou e torceu para a bola não entrar. Eu só queria sentir 10 centavos de confiança nesse arqueiro.

Já nos acréscimos, com a torcida cantando muito, comemorando o triunfo coral, a consolidação no G4, o placar foi ampliado. Robinho sofreu uma falta na entrada da área, após dar um lençol no zagueiro Remista. Charles cobrou, a bola desviou e o grito de gol ecoou novamente nas Repúblicas Independentes do Arruda. GOL DO SANTA CRUZ!

 

Charles fechou a vitória do Santa Cruz neste domingo com um gol de falta

(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

 

A arbitragem ainda expulsou dois atletas adversários, o Vacaria, que reclamava exageradamente no banco de reservas, e Geandro, que já tinha um amarelo, resolveu se exaltar e recebeu o mesmo que o colega, cartão vermelho.

Os azulinos se revoltaram com as decisões de arbitragem e o CHOQUE foi chamado para contê-los.

 

SITUAÇÃO NA TABELA

Com a providencial vitória, ficamos na 3ª posição, com 20 pontos. Somente 6 pontos atrás do líder.

O próximo duelo será sábado (14), às 19h, novamente em casa, contra o Globo-RN. Avante Santa!

 

DESTAQUE

Positivo: a torcida comprou a briga e compareceu ao Arruda. Quase 15.000 tricolores festejaram a vitória do amor de nossas vidas no Mundão do Arruda hoje.

Negativo: torcedores rivais se enfrentaram antes do apito soar. Pelos vídeos divulgados nas redes sociais podemos dimensionar a violência, mas não há um parecer oficial sobre os feridos. Lamentável!

 

EU ACREDITO NO SANTA CRUZ!

Três cores, dois nomes, uma paixão: Santa Cruz.

 

Por Mara Lima