Mais uma derrota pra conta do Cruzeiro em 2016

 

O Cruzeiro foi ao Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense, precisando da vitória, mas ela não veio e o tricolor carioca venceu a partida por 2x0. O resultado levou a equipe mineira para a zona de rebaixamento.

Mais uma vez os erros individuais deram a derrota ao Cruzeiro, além da insistência de Paulo Bento ao escalar Allano, que já não vem sendo bem aceito pela torcida. Os dois gols foram no primeiro tempo, o primeiro em um lance em que Allano fez falta, o jogador adversário cobrou, rebateu nos jogadores e Fábio fez bela defesa, mas Bruno Rodrigo não viu o rebote e o Fluminense marcou seu primeiro gol. O segundo foi em um pênalti convertido por Marcos Júnior. Ainda no primeiro tempo Allano sentiu e deu lugar a Rafinha.

 

(FOTO: superesportes.com.br)

No segundo tempo apesar de voltar melhor, o Cruzeiro não conseguiu o gol, a garra que o estreante Rafinha demonstrou era maior do que qualquer outro jogador celeste. Rafael Sóbis e Ábila também tentaram, mas não era dia de Cruzeiro e o argentino saiu cansado por seu condicionamento físico atual;

Fábio, mais uma vez  evitou uma derrota pior. O goleiro que completou 700 jogos pelo Cruzeiro, mostrou o porque está ali durante 11 anos.

Para o próximo jogo Paulo Bento não contará com Allano, Bruno Ramires e Bruno Vianna, todos suspensos, mas poderá contar com a volta do meia Arrascaeta, que vem sendo uma peça fundamental desse elenco.

(FOTO: superesportes.com.br)

 

O torcedor está cansado de cobrar, o técnico Paulo Bento precisa ouvir opiniões e os jogadores precisam jogar com mais vontade, não da para vencer quando se vê que não está demonstrando sequer um pouco de vontade nos jogos. As falhas individuais custam caro, mas o problema está no todo, não falta conversa, falta sermão, falta pulso firme e falta um presidente presente.

Por Greicy Santos