MAIS UMA DERROTA

 

(Foto: Site oficial do Cruzeiro)

 

Cruzeiro x Goiás 

O Cruzeiro enfrentou o Goiás nesta segunda-feira (30), pela 22ª rodada do Brasileirão. A partida aconteceu no Estádio Serra Dourada, Goiânia, às 20:00. E perdeu.

O jogo de estreia do terceiro técnico Celeste esse ano foi com derrota por 1 a 0. Evidente que Abel Braga não conhece todo o elenco e não treinou a equipe, já que chegou neste sábado (28) à Toca da Raposa. Mesmo assim, se esperava entrega total dos atletas e não foi bem assim.

Até que o primeiro tempo foi bom. O Cruzeiro chegou ao ataque, mas pecava, como sempre, nas finalizações. Teve boas oportunidades de marcar com Robinho, Sassá e David. A defesa parecia mais consistente. Maior posse de bola Celeste, mas o Goiás estava bem fechado jogando por um contra-ataque. 

Mesmo assim, por volta dos 24’ o time Esmeraldino começou a gostar do jogo e oferecer perigo, mas o goleiro Fábio estava lá pra ajudar. O placar de 0 a 0 do primeiro tempo pareceu injusto com o Cruzeiro que teve chances. 

Para a volta da etapa complementar, Orejuela foi substituído por Edilson. Logo aos 4’ David mandou a bola para Thiago Neves que colocou a bola no fundo do gol. O VAR foi acionado e constatou impedimento de David. Para o desespero Celeste, o gol foi bem anulado. 

Logo em seguida, numa falha da defesa cruzeirense, aos 16’ Michael mandou pelo lado direito, mas Alan Ruschel aproveitou bateu de canhota e marcou. O goleiro Fábio ainda tentou espalmar, mas não adiantava mais. Goiás 1 a 0.

Com esse resultado, o Cruzeiro segue na zona de rebaixamento com 19 pontos. São apenas 4 vitórias em 22 jogos. 

 

Está tudo errado dentro e fora de campo. A diretoria, o conselho, o elenco. O pior é que essas pessoas simplesmente saem do clube em alguns meses e o que vai ficar é prejuízo. Quem sofre de verdade é a torcida. Quem perde é a instituição. E não parece que algo vai mudar tão cedo. 

Óbvio que a chance de queda é real, mas não aconteceu ainda. Se de alguma forma, os atletas se comprometerem de verdade, não dá boca pra fora. Não em declarações à imprensa. Se esses jogadores chegarem a um acordo entre eles que podem sair dessa, que querem fazer por onde honrar a camisa Celeste, aí sim… aí o Cruzeiro pode se reerguer. 

 

O próximo compromisso da Raposa é contra o Internacional, no próximo sábado (5), às 21:00, no Estádio Mineirão. A questão agora não é só jogar bem, não é melhorar no primeiro tempo ou fazer uma partida coerente. Agora é ganhar, marcar três pontos. Não existe outra opção. 



(Foto: Instagram Cruzeiro/ Lucas Merçon)

 

Ficha técnica

Motivo: 22ª  rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 30/09/2019 (segunda-feira )

Horário: 20:00

Local: Serra Dourada, Goiânia. 

 

Cruzeiro: Fábio, Orejuela (Edilson), Dedé, Fabrício Bruno, Egídio, Henrique, Éderson (Ezequiel), Robinho (Marquinhos Gabriel), Thiago Neves, David e Sassá. Técnico Abel Braga.

 

Goiás: Tadeu, Yago Rocha, Rafael Vaz, Fábio Sanchez, Alan Ruschel, Léo Sena, Yago Felipe, Gilberto Júnior, Leandro Barcia (Caio), Michael e Rafael Moura (Rafael Papagaio). Técnico Nei Franco. 

 

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro (PE). 

 

Sam Bella