MALCOM TITULAR NA VAGA DE MESSI? NUNCA CRITIQUEI!



É meus amigos, tivemos o primeiro jogo do El Clássico e sinceramente não foi tudo aquilo que todo mundo esperava. O jogo ocorreu nesta quarta-feira (06) no Camp Nou, estádio do Barcelona.

A grande surpresa da partida veio após sair a escalação do time mandante, Messi no banco e Malcom, que participou do seu primeiro El Clássico, no lugar do camisa 10. Digamos que a surpresa em si, não foi a ausência de Lionel - pois era algo que todos esperavam, pois ele havia se contundido na partida contra o Valencia pela La Liga - e sim a titularidade do camisa 14 brasileiro.


(Foto: Barcelona Twitter)

 

Aos 6 minutos do primeiro tempo, Vinícius Júnior fez jogada pela esquerda, partiu para cima de Piqué e cruzou para Benzema, que ajeitou para Vázquez abrir o placar.

O primeiro tempo foi todo madridista, que praticamente botou a equipe grená na roda. Restou ao Barça procurar espaços na defesa, chegando a assustar três vezes. Rakitic cabeceou no travessão. Malcom perdeu um gol inacreditável cara a cara com Navas, depois de passe perfeito de Suárez, mas acabou parando em um erro do bandeirinha, que assinalou um impedimento inexistente. E, o último, do próprio Suárez, que parou em outra ótima defesa de Navas, depois de Malcom "devolver" o passe que havia recebido. As melhores chances culé surgiram com o brasileiro Malcom.

Enquanto o primeiro tempo foi todo da equipe visitante, no segundo o Barcelona voltou melhor. Aos 12 minutos, Alba foi lançado e dividiu com Navas, na sobra, Suárez chutou para o gol e Llorente tirou em cima da linha. No rebote, Malcom mostrou frieza e finalizou com perfeição.

.

Malcom marca seu segundo gol pelo Barcelona, o primeiro no El Clássico

(Foto: Barcelona Twitter)

 

Logo após o empate, Valverde mexeu no time e colocou Messi e Arturo Vidal no lugar de Coutinho; que mais uma vez não apresentou um bom futebol; e Rakitic, respectivamente. Com a entrada do camisa 10, que jogou mais centralizado e fez com que o Barça voltasse a mostrar o bom futebol, o domínio em campo ficou perceptível, empurrando o rival para o campo de defesa.

Com o cansaço apertando e uma boa marcação em Suárez, Valverde colocou Aleñá na vaga de Malcom, para melhorar o ataque, mas o jovem espanhol perdeu boa chance ao ser travado em contragolpe.

Com as substituições, o Real mostrou se mostrou melhor com o passar do tempo e esteve perto de retomar a vantagem. Bale, em duas chances, poderia ter ampliado o marcador. No principal lance, o galês adiantou demais e foi travado por Piqué. A partida acabou em 1x1.

Placar melhor para os merengues, que jogam por um empate por 0 a 0 na partida de volta para ir à final. Um novo 1 a 1 leva a definição para a prorrogação. Igualdades de 2 a 2 ou mais classificam o Barcelona.

O próximo jogo será na quarta-feira (27), no Santiago Bernabéu.

 


(Foto: Barcelona Twitter)


Visca El Barça!
Por: Thais Santos