MANTENDO 100% EM CASA

 

(Foto: Albari Rosa)

 

Neste domingo (12) de dia das mães o Furacão enfrentou o Bahia, na Arena da Baixada, às 19 horas, e o placar de 1 a 0, ao menos, garantiu os 3 pontos e a alegria das mamães rubro-negras.

 

Mesmo com um time visivelmente superior ao do tricolor baiano, o Furacão somente conseguiu dominar no primeiro tempo, quando saíram os dois gols de Rony, sendo o segundo anulado por impedimento. Rony, que havia feito aniversário no dia anterior foi um dos melhores em campo junto com Bruno Guimarães e Renan “Lorde”, que sempre cirúrgicos, foram os únicos aos quais se pode atribuir o destaque de atuação neste jogo.

 

Os demais integrantes da equipe de criação pouco o fizeram e nas chances efetivas de gol, tal não se concretizou. Acrescente-se a atuação pífia do árbitro que deixou à desejar no apito e se mostrou várias vezes inseguro. Além disso, o critério de marcação de faltas não foi o mesmo para ambos os times, e o Furacão viu um juiz segurando o jogo, muitas vezes.

 

Na segunda etapa, a equipe visivelmente cansada, passou a maior parte em seu campo de defesa, controlando as tentativas de ataque do visitante.

Rony, Renan Lodi e Cittadini deram lugar à Cirino, Lodi e Márcio Azevedo, e mesmo que nosso argentino tenha arrumado a meiuca, o time não rendeu e não conseguiu converter as poucas oportunidades, em gol.

 

O destaque mesmo, ficou por conta da homenagem aos 75 anos do ídolo atleticano Barcímio Sicupira. O ex-jogador entrou em campo antes da partida para receber as devidas homenagens. Ainda, o Clube entregou aos torcedores vários bigodes de papel para que todos ficassem “a la Sicupira”. Aos 8 minutos de jogo, fazendo uma alusão ao número da camisa vestida por Sicupa, os torcedores cantaram os parabéns.

 

(Foto: Hedeson Silva/Gazeta do Povo)

 

No final, 1 a 0 para o Furacão, invencibilidade mantida dentro de casa - Sintético Paranaense, prazer - e três pontos garantidos, o Athletico terminou o domingo na sexta colocação da tabela.

 

O próximo jogo do Furacão será pela Copa do Brasil, contra o Fortaleza, na Arena Castelão, quinta-feira (16), às 21h30.

 

Pra cima Furacão!

 

O caso do doping

 

Em entrevista coletiva cedida no início da tarde desta segunda (13), o Presidente do CAP Mário Celso Petraglia confirmou que Thiago Heleno e Camacho foram pegos no exame de doping da Conmebol e que o Clube foi notificado em razão deste fato.

 

O cartola esclareceu que o Clube não corre o risco de ser punido, mas admitiu a responsabilidade pelos fatos, já que a substância encontrada no exame estava em um suplemento dada aos atletas pelo Departamento de Nutrição, bem como informou que a preocupação é quanto à defesa dos jogadores, já que as sanções para tais fatos são graves e podem, inclusive, macular a imagem do atleta.

 

(Foto: Monique Silva)

 

O Clube abriu uma sindicância interna para apurar as responsabilidades, e não descarta premeditação. Quanto a Camacho, que mantém contrato com o Corinthians, e está no Furacão por empréstimo, MCP disse que ainda não informou o Clube Paulista, mas que arcará com as responsabilidades pelos danos que venham a ser causados ao jogador.

 

Daiane Luz