MESMO DEBAIXO DE UM DILÚVIO, A CLASSIFICAÇÃO VEIO

(Reprodução/@bocajrsoficial)

 

Antes mesmo da partida começar, nossos jogadores deram a volta olímpica em La Bombonera para exibir a taça da Supercopa Argentina conquistada no meio da semana passada. Emocionante. Coisa linda.

 

Inclusive, depois do título conquistado, os anti-Boca fizeram memes, diminuindo a nossa conquista, tirando sarro e dizendo “cada um comemora o título que merece”. Pois então, alguns desses aí que estão zoando eu vi queimando o próprio estádio quando caiu e também vi comemorar o acesso à A como se fosse um título de copa do mundo... Então, meu “só lamento” a todos que estão querendo diminuir nossa conquista. Respeitem o MAIOR DE TODOS.

 

O JOGO

 

No primeiro jogo, realizado na semana passada, o Boca conseguiu uma importante vitória diante do Godoy Cruz  fora de casa por 2x1. Então, o caminho para a classificação às quartas de final na Copa já estava um tanto desenhada.

 

Jogo de volta em La Bombonera, casa cheia, taça exibida a todos nós, então, juntando tudo, era um prato cheio para conseguir mais uma vitória.

 

Fomos ao campo com a seguinte formação: Andrada;Weigandt, Izquierdoz, Alonso e Fabra; Pavón, Almendra, Campuzano e Reynoso; Tevez e Ábila.

 

Com amplo domínio na partida, o nosso gol foi só uma questão de tempo. Wanchope Ábila foi o iluminado da noite. Logo aos seis minutos, Pavón cobrou escanteio, Almendra escorou e Ábila só teve o trabalho de mandar a bola para o fundo da rede. Era Boca 1x0 Godoy Cruz. Depois disso, foi um festival de chances desperdiçadas do nosso lado. Até os visitantes conseguiram chegar, mas com a nossa fase boa, a sorte estava ao nosso lado e Merentiel na nossa área, conseguiu a proeza de cabecear para fora.  Aí então, um dilúvio começou a cair em Buenos Aires. O quê isso acarretou? Interrupção da partida.

Após um tempo o jogo recomeçou. Os visitantes chegaram com perigo numa cobrança de falta muito bem defendida por Andrada.

 

(Reprodução/@bocajrsoficial)

 

Já no segundo tempo, logo a nossa vantagem foi ampliada. Aos onze minutos, Pavón cruzou e Ábila (no lugar certo) balançou as redes mais uma vez, marcando assim nosso segundo gol. Com 2x0 no placar, quem pensava que o ritmo ia diminuir, pensou errado.  Após mais algumas chances desperdiçadas, os visitantes resolveram gostar do jogo, chegando algumas vezes cada vez mais perto da nossa meta, uma dessas vezes resultando assim no gol de Prieto, que deixou nossos dois marcadores para trás e chutou na saída de Andrada. Gol esse que foi o de honra, pois malemá eles tinham comemorado e nós já conseguimos o terceiro gol da noite com Zárate, que cobrou falta, a bola pegou efeito, e o goleiro do Godoy, mão de alface, só viu a redonda morrendo dentro do gol. Boca 3x1 Godoy Cruz. No agregado, foi 5x2 para nós. Vaga conquistada, Só alegria.


 

(Foto por Tato Aguilera)

 

O próximo já é LIBERTA! Na próxima quinta-feira (09), pela última rodada da fase de grupos, enfrentaremos o Athletico Paranaense às 21:30. O Boca, que tem 8 pontos (um a menos do que os brasileiros) vai em busca da liderança do grupo.

 

BENDITO EL DÍA QUE ME ENAMORÉ DE TUS COLORES BOCA JUNIORS QUERIDO.

 

Por Adri Domingos, eternamente apaixonada pelo Boca Juniors.