MILAGRES ACONTECEM

CORINTHIANS DERROTA O CEARÁ FORA DE CASA E GARANTE CLASSIFICAÇÃO À LIBERTADORES

 

Foto: Gazeta Esportiva



 

Quando todo o Brasil se unia para torcer pelo Ceará clamando o rebaixamento do Cruzeiro, o Corinthians que não tem nada com isso, ganhou e fez a festa da Fiel, que não comemorava uma vitória fora de casa desde outubro. É aquilo: cada um com seus problemas e Vai Corinthians!

Os três pontos garantiram o alvinegro na pré-libertadores de 2020 e como não há mais chances de classificação direta, o Corinthians apenas cumprirá tabela na última rodada diante do Fluminense.

Coelho mandou a campo um time diferente, muito em função das ausências dos lesionados Pedrinho e Danilo Avelar. Clayson e Gustavo foram sacados, Ramiro, Vital e Boselli ganharam oportunidades.

Diante dos cearenses, mais uma vez o time foi sonolento e sem alma. Veio do banco o alívio, com Gustagol, que em apenas quatro minutos fez o gol da vitória. O tento saiu de cabeça, depois de boa cobrança de escanteio de Clayson. O Corinthians ainda teve outras chances e em uma delas, Boselli carimbou a trave numa jogadaça. Lá atrás Cássio garantiu o placar intacto.

 

Foto: Tiago Gomes


 

"O maior desafio foi colocar na cabeça dos jogadores que era preciso coragem para jogar. Eles fizeram isso. Jogaram futebol. Isso me deixa mais feliz.

Em pouco tempo, fizemos com que eles acreditassem que eram capazes de fazer grandes jogos e de um jogo mais apoiado, com a bola realmente", disse Coelho.

 

Realmente Coelho mudou a cara do time, deu mais mobilidade a equipe, que passou a jogar mais ofensivamente. Porém a falta de qualidade dos atletas e principalmente, a falta de vontade, não mudaram a situação alvinegra. O time seguia sem engrenar, sem vencer...

2019 foi um ano atípico, daqueles  que em nenhum momento entendemos a proposta do time, se é que existia alguma. Ganhamos o Paulista, acumulamos eliminações e derrotas, Carille foi dispensado e terminaremos a temporada com técnico interino e uma classificação nada merecida. O que nos resta é acreditar que 2020 será diferente, que Tiago Nunes trará o novo e a equipe deixará de ser tão apática. 


 

Por Mariana Alves