Mudanças no ar..


 

Foto: Bruno Castilho / EC Taubaté

 

 

E o sol brilhou para Alex Silva na partida de domingo, 12 de março, no estádio Joaquim de Morais Filho, pela 10° rodada do Campeonato Paulista Série A2.

 

Mantendo o que já havia comentado em outros textos aqui no MEC, no primeiro tempo das partidas realizadas até o momento, o Taubaté não tem apresentado grandes resultados, mesmo quando enfrentou na manhã de ontem o lanterna União Barbarense.

 

Logo no começo do segundo tempo, o goleiro Célio realizou duas grandes defesas. Com o passar do tempo o Barbarense cansou e então o Taubaté assumiu o jogo, mas mesmo assim não conseguiu marcar.

 

O sol forte fez com que a torcida se amontoasse tentando aproveitar a sombra de algumas árvores. O calor e o horário do jogo (10hs) fez com que a torcida presente não fosse grande.

 

Aos 27 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de falta, Cassinho chutou para o gol, a bola passou raspando pelas mãos do goleiro e acertou o travessão. Foi nesse momento que Alex Silva, muitas vezes criticado pela torcida, aproveitou o rebote e marcou para o Burro.

 

O União Barbarense não conseguiu correr atrás do empate, finalizando a partida: Taubaté 1 x 0 Barbarense.

 

 

 

Esporte Clube Taubaté

 

Célio Gabriel, Gabriel, Edgar (Rafael Rosa), Junior Campos, Luiz Felipe, Alex Silva, Rychely (Tiago Tramonte), Mota, Cassinho, Everton, Caíque.

 

Técnico: Evaristo Piza

 

 

 

União Barbarense

 

Jerfesson, Flávio, Baggio, Ewerton, Gabriel (Raí Diego), Claudemir, Rafael, Luis Fernando, Melinho, Amauri (Índio), Douglas (Fernandinho)

 

Técnico: Cláudio Britto

 

Gol

 

Taubaté: Alex Silva 27' 2T

 

 

Árbitro:  Cleber Luis Paulino

Árbitro Assist 1:  Fausto Augusto Viana Moretti

Árbitro Assist 2:  Bruno Silva de Jesus

Quarto Árbitro:  Daniel Carlos Luciano Fernandes

 

 

 

 

Vá com Deus...

 

Após o fim da partida, uma informação que até então não havia sido confirmada, chegou até o conhecimento dos torcedores do Alviazul, Waldir Attili não é mais o presidente do Taubaté. Fontes relatam que Attili teria renunciado ao cargo por problemas pessoais, outros afirmam que problemas internos do clube seriam o real motivo. O ex-presidente já foi motivo de postagem aqui no MEC por não ter grande popularidade com a torcida e por ser omisso no caso onde torcedores do E.C.T apanharam da polícia dentro do Joaquinzão por protestar contra o time.

 

As 22hs de ontem, em sua página oficial no Facebook, o clube emitiu a seguinte nota:

 

 

 

'O Esporte Clube Taubaté informa que Waldir Attili Junior protocolou uma carta de renúncia na secretaria do clube na manhã deste domingo. O Conselho Deliberativo tomará conhecimento nesta segunda-feira e já marcou uma reunião entre os membros da atual diretoria executiva e a mesa do Conselho.

O Esporte Clube Taubaté agradece ao agora ex-presidente pelos serviços prestados à frente do clube durante seu mandato. Quem assume a diretoria é o primeiro vice-presidente Eduardo Cursino.'

 

 

 

Waldir Attili assumiu o Taubaté em outubro de 2016 e deveria permanecer no mandato até outubro de 2019.

 

Como diria o “grande pensador” Michael Kyle: Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, hasta la vista baby, escafeda-se e saia logo daqui.

 

 

O Esporte Clube Taubaté enfrenta no próximo domingo o Juventus, na Rua Javari, às 10 horas.

 

 

Nos vemos na bancada.

Ana Clara Lindegger – Orgulho de ser Taubaté.