MULHER TEM LUGAR NA TORCIDA, SIM!

 

A gente sofre junto com o time, enfrenta viagens longas e vai virada para o trabalho, volta pra casa sem voz de tanto cantar, tem vontade de matar juiz e jogadores de vez em quando. E sabe o que a gente escuta? "Mulher não entende de futebol", "mulher só vai no estádio de companhia" e as duas piores frases que poderiam ser ditas "só vai para ver jogador/torcedor bonito", "lugar de mulher é na cozinha". O nosso lugar, é onde a gente quiser e onde a gente bem entender.

 

É clichê, mas é a realidade, o nosso clube nos escolheu e nós fizemos dele a nossa vida. Nós decidimos passar por esse machismo todo porque o amor que a gente sente é maior que qualquer preconceito. Mas posso ser bem sincera aqui? Eu tenho certeza que somos mais fiéis que muitos homens que se julgam torcedores. Aqueles que só vão a jogos quando o time está bem, quando disputa títulos, que nunca saiu do comodismo e foi ao estádio ver sua equipe jogar, e muito menos em um jogo fora de casa.

 

Mulher é torcedora, fala palavrão, fica brava, vai ao estádio. A mulher faz o que ela quiser e vai para onde ela quiser, temos exemplos disso:

 

 

Adriana Nascimento, Thais Michelly Cardoso, Dolores Paes e Jéssica Meyer

Torcedoras do Atlético Paranaense - Foto: Arquivo Pessoal

 

”As verdadeiras musas e tem que respeitar. Não somos loucas, e sim fanáticas.”

- CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE “CONHECEMOS O TEU VALOR”!

 

 

 

Thabata Morilla - Torcedora do São Paulo - Foto: Arquivo Pessoal

 

“É clichê, mas o lugar da mulher é onde ela quiser!”

 


 

Juliana Gutierrez - Torcedora do Palmeiras - Foto: Arquivo Pessoal

 

“Mulher que frequenta estádio não é por causa de namorado, é por ela mesma”.


 

 

 

Andressa Ricarte - Torcedora do Santos - Foto: Arquivo Pessoal

 

"Que minha loucura seja perdoada, pois tudo que faço é por amor”.

 

 

 


 

Amanda Gonçalves e sua mãe Carmen Sequeira

Torcedoras da Portuguesa - Foto: Arquivo Pessoal

 

“Sou MULHER e sim, eu posso AMAR futebol. Sou louca por futebol e sou louca pela Portuguesa. Paixão de mãe para filha e com certeza de avó para netas.”


 

 

 

Jéssica Matias - Torcedora do Corinthians - Foto: Arquivo Pessoal

 

“A maior parte do tempo nós mulheres passamos no trabalho, estudos e cuidando da casa e dos filhos. Arquibancada é o lugar que vamos esquecer do mundo e amar, sim amar colocar todas suas forças no grito alto, e palavrão. Ah como é bom xingar o juiz a mãe dele talvez. Na derrota saímos pensando na próxima rodada e como vamos fazer para arrumar dinheiro para o próximo jogo ou caravana. Fome? Sede quem liga para isso, bebemos água do banheiro mesmo o que importa é a gente estar lá com ele, com nosso time, nossa torcida. É só isso que queremos que entendam, amamos futebol, nossa página preferida em sites, jornais e revistas é de esporte. Mas nunca será só futebol”

“Feliz aquele que torce pelo seu clube por AMOR e não pelo número de títulos conquistados, o sujeito é corinthiano."

 

 


 

Giovana Frozino, sua filha Julia e sua mãe Rose Frozino

Torcedoras do Atlético Parananese - Foto: Arquivo Pessoal

 

“Uma paixão de todas as gerações, e de mulheres”.


 

 

 

Gabriela Dos Anjos - Torcedora do São Paulo - Foto: Arquivo Pessoal

 

“É difícil ser uma torcedora com todo o preconceito que sofremos, mas o amor ao futebol fala mais alto.”





 

Danielly Nascimento - Torcedora do Palmeiras - Foto: Arquivo Pessoal

 

“Eu sou verde e branco, sou do Palmeiras e não posso parar”.




 

Sabrina Layatte - Torcedora da Portuguesa - Foto: Arquivo Pessoal

 

“Sou LUSA de corpo, alma e coração”.


 

 

 

Mayna Chacon - Torcedora do Santos - Foto: Arquivo Pessoal

 

SANTOS EU NÃO VIVO SEM VOCÊ. Eu te carrego dentro do meu coração.”

 


 

Com amor, Izabela Risden.