Na bronca!

Com arbitragem vergonhosa, Ponte se impõem contra o Inter, e mostra que não veio a passeio neste Brasileirão

 

Com a Macaca inspirada em campo, buscando o resultado desde o início, o Inter precisou correr muito e de uma “ajudinha” da arbitragem para conseguir sair com o empate, ontem (24) do Moisés Lucarelli.  A partida era válida pela 16º rodada do Brasileirão.

A Ponte Preta manteve uma postura bastante agressiva e fez seu papel de mandante, enquanto o Inter teve bastante dificuldade para chegar ao gol. O time por vezes desorganizado e sem entrosamento, não ofereceu trabalho ao goleiro João Carlos principalmente na primeira etapa, mas em uma bobeira do time da Ponte, quem abriu o placar foi o Inter com Valdívia.

Roger igualou ainda no primeiro tempo, e a Macaca só não saiu vitoriosa tanto no primeiro tempo como na partida em geral, por conta da péssima atuação do trio de arbitragem. Dois pênaltis legítimos e o gol de Maycon, não validado.

O gol foi em uma pancada de fora da área, acertou o travessão e passou a linha do gol, aos 34 minutos, enquanto o placar ainda estava 1x0.


Juiz não validou o gol de Maycon aos 34 minutos do primeiro tempo. Foto: Sportv

 
 



SEGUNDO TEMPO


Com poucos segundos de jogo, Wendel virou a partida, dando mais gás ao time e agitando o confronto.

Fernando Bob em sua segunda falta violenta foi expulso aos 12 minutos por cotovelada em Wendel. Mesmo com um a menos o Inter conseguiu o empate ao 37 minutos.

O trio de arbitragem mostrou a triste realidade do futebol brasileiro. Não da para identificar, se o que aconteceu ontem foi favorecimento ou incompetência, mas a péssima atuação do trio influenciou diretamente no resultado do jogo, fazendo com que a derrocada do futebol em nosso pais, ministrada por essa mafia chamada CBF  fique evidente, e que os verdadeiros apaixonados pelo futebol, tenham cada vez mais a certeza que o resultado final de um campeonato não se faz mais com o futebol jogado.


Com os inúmeros erros o placar final ficou no 2x2. Foto: Globo Esporte


Uma torcida apaixonada como a da Macaca querida de Campinas seja humilhada dentro de sua própria casa , o que se via dentro do Majestoso eram olhares de revolta, indignação e tristeza, quando se vê um time com a desenvoltura e a raça, e sair com o resultado decidido por aquele que está ali destinado a fazer uma partida justa.


COMO QUE FICA


A Ponte caí para a oitava colocação com 24 pontos e volta a jogar com o Fluminense dia 31 no Rio de Janeiro, mas antes tem um confronto pela Copa do Brasil contra o Figueirense as 19:30 na quarta feira no Majestoso, com ingressos à $10.


por Thata Bajano