Na noite de terça-feira, xodó Rogério marca, maestro Ganso amplia, e São Paulo vence o Mogi Mirim no Pacaembu.

Na noite desta terça-feira (01/03), o São Paulo recebeu o Mogi Mirim no Pacaembu, às 20h30 (Brasília), em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O Tricolor do Morumbi fez o dever de “casa”, e venceu por 2 a 0 o retrancado Mogi, com gols de Rogério e Paulo Henrique Ganso, num estádio com pouquíssimo público, mais uma vez. Com a vitória, passou a ocupar a primeira colocação do Grupo C, com os mesmos 13 pontos que a Ferroviária, mas com 1 gol a mais de saldo. Na classificação geral, ocupa o segundo lugar da tabela.

(Imagem: saopaulofc.net)

O que se viu no primeiro tempo foi um jogo chato, sonolento, sem emoção. De um lado, um Mogi Mirim todo retrancado, buscando contra-ataques. Do outro, um São Paulo com dificuldades de criação e muitas jogadas erradas.

Assim foi até os 35 minutos, quando Rogério, o xodó da torcida (e que estava fazendo a função de armador do time), aproveitou belo passe de Bruno para abrir o placar. Após aparecer em meio aos zagueiros, chutou firme em cima do goleiro do Sapão, que não conseguiu segurar a bola. São Paulo 1x0!

(Imagem: saopaulofc.net)

Na etapa complementar, o ritmo do jogo continuou praticamente o mesmo, com a equipe do interior errando muitos lances, e o Tricolor com as mesmas dificuldades do primeiro tempo.

Bauza percebeu, mais uma vez, a falta de um jogador que pudesse criar as jogadas, e aos 14 minutos sacou Rogério para a entrada de Paulo Henrique Ganso, mudança essa que surtiu efeitos positivos.

O São Paulo teve duas boas chances, mas nada de gols. A primeira foi com Calleri, que parou na defesa de Daniel, após receber passe de Centurión. A segunda foi com o próprio Centurión, que chutou de longe e acertou o travessão do gol do Mogi Mirim. Seria um golaço! Aos 35 minutos, Bauza substituiu o camisa 20 por Wesley.

Já quase no final da partida, quando os poucos torcedores são-paulinos começavam a se preparar para ir embora, aos 44 minutos, Ganso (Sim!) tabelou com Alan Kardec (que entrou no lugar de Jonathan Calleri aos 41) fora da área e deu um chutaço no canto esquerdo de Daniel, ampliando o placar. São Paulo 2x0, e mais três pontos na conta, importantes nessa semana desafiadora.

(Imagem: saopaulofc.net)

O árbitro distribuiu, ao todo, quatro cartões amarelos, sendo dois para Bruno e Calleri, do São Paulo, e dois para Gabriel Dias e Roni, do Mogi.

A próxima tarefa da equipe do Morumbi antes do tão aguardado jogo contra o River Plate, pela Libertadores, será no sábado (05), contra o São Bernardo, às 16h (Brasília), novamente no Pacaembu. O Sapão, ocupando a lanterna do Grupo D, jogará fora de casa contra o Botafogo de Ribeirão Preto.

Que nunca qualquer derrota seja o suficiente para fazer o time ficar cabisbaixo, sem vontade de buscar a vitória, que é e sempre será o objetivo principal do Soberano Tricolor Mais Querido!

 

Renata Chagas