Na Raça!

 

Em prévia de confronto da Copa do Brasil e com um jogador a menos, Vitória arranca o empate no Mineirão

 

Foto: EC Vitória

 

Quem assistiu o começo da partida entre Vitória e Cruzeiro, poderia facilmente apontar uma goleada da Raposa diante dos seus mais de 45mil torcedores que lotaram o Mineirão, na manhã do último domingo, mas valeu a “lei do ex” e Marinho desenhou a mudança de placar. Com 2x0 no placar e a expulsão de Ramon, o Leão foi buscar o resultado e calou a torcida adversária.

O time foi guerreiro em campo, mas viveu dois tempos distintos. No primeiro tempo, só deu Cruzeiro e Alisson abriu o placar aos 23 minutos. Caique evitou o 2x0, fazendo ótima defesa em cobrança de falta de Arrascaeta. Já no segundo tempo, Arrascaeta marcou, após tabela com Riascos.

No momento do segundo gol celeste, o Vitória já tinha a desvantagem no número de jogadores, com a expulsão de Ramon em virtude do segundo amarelo e foi aí que Marinho resolveu mostrar ao Cruzeiro, que dispensá-lo foi um erro. O atacante  infernizou a defesa celeste e começou a desenhar a reação do rubro negra sofrendo o pênalti, que foi convertido por Diego Renan.  

 

Marinho novamente brilhou com a camisa rubro negra!

Foto: EC Vitória

 

E não parou por ai! Foi dele o passe para o gol de Vander, o gol que agitou a torcida do Leão que viajou até BH! Kieza desperdiçou a chance da virada aos 43min, cara a cara com o gol celeste e Willian carimbou o travessão de Caique! 2x2 no placar, resultado heroico!

O empate veio com um sabor de vitória, pela reação do time, que a todo custo buscou o resultado e não desistiu, mesmo com um a menos. Ao fim da partida Vagner Mancini analisou o desempenho da equipe em campo:

 

- “A gente tem que sair daqui feliz, contente, porque tivemos dificuldade no jogo, um homem a menos. O Vitória, desde o primeiro tempo, foi a equipe que mais chegou a frente, teve belas oportunidades de gol. A gente rearticulou o time para que o Vitória tivesse força no jogo. Aquele momento era um momento muito importante, onde a gente sofreria um pouco de pressão. O Vitória, com um homem a menos, chegou ao primeiro gol e, um lance de pênalti...E aí houve um erro decisivo do árbitro. O jogador que faz o pênalti em Marinho é o Bryan, e ele deu amarelo para o Alisson. Posterior a isso, o árbitro tira o Bryan porque sabia que ele devia ter sido expulso”.- Disse Mancini em entrevista coletiva.

 

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro o Vitória, joga em casa contra o Fluminense às 19hrs30min (horário de Brasília), mas no meio de semana enfrenta novamente o Cruzeiro pela Copa Do Brasil, também no Barradão às 21hrs45min.

 

#SoumaisVitória

#NaRaça


Mariana Alves