NA TENTATIVA DE ABANDONAR O PIJAMA…

 

(Foto: Reprodução Internet)


O Furacão das Américas vai até Goiânia enfrentar a equipe do Goiás, em busca da primeira vitória fora de casa na temporada. A partida está marcada para amanhã (13), às 20h horário de Brasília, no estádio Serra Dourada.

O Athletico ocupa a 11ª colocação com 10 pontos, com uma partida a menos, o time goiano está na nona posição com 12 pontos.

Assim como houve na partida entre Chapecoense x Athletico, esta partida não será televisionada, apenas rádios farão a transmissão.  Isto porque o Furacão das Américas, ainda não fechou contrato com o pay-per-view, situação que provavelmente não terá solução nesta temporada.

O último treino do Furacão antes da partida, foi realizado hoje (12), no CAT Alfredo Gottardi. Em seguida a delegação rubro-negra almoçou no CAT e seguiu em direção a Goiânia.

MUDANÇAS E VOLTAS

O Athletico ainda não ganhou fora de casa, nesta temporada. A última chance de reverter esse péssimo cenário, antes da pausa para a Copa América, será nesta partida.

Uma das apostas do técnico de guerra para esta partida, é a mudança na lateral. O Furacão deve ir a campo com Abner no lugar do Márcio Azevedo, ufa né Tiago Nunes?! O Márcio está precisando voltar a esquentar o banco de reservas um pouquinho. Abner foi contrato em fevereiro deste ano, onde jogou ficou disponível na equipe aspirante. O lateral fez apenas uma partida pelo Furacão, o jogador entrou em campo na derrota contra o Londrina.

Além desta mudança, o técnico Tiago Nunes poderá voltar a contar com dois argentinos, Marco Ruben e Lucho González, ambos foram poupados na partida contra o Palmeiras devido a desgastes físicos.

Os pendurados desta partida por parte do Furacão são: Léo Pereira, Márcio Azevedo, Nikão e Wellington.

POSSÍVEL ESCALAÇÃO

O técnico de guerra deve ir a campo com Santos; Madson, Léo Pereira, Paulo André, Abner (Márcio Azevedo); Wellington, Lucho González e Bruno Guimarães; Nikão, Rony e Marco Ruben.

 

Após este duelo, o Furacão só volta a campo contra a equipe do Flamengo, na Arena da Baixada, no dia 10 de julho, pela Copa do Brasil.

 

Por Aline do Valle