Nada é impossível se você acreditar!

Neste domingo (24), às 15 horas (horário de Brasília), o Japão esteve em Ecaterimburgo para fazer seu segundo jogo na Copa do Mundo. Os gols foram feitos por Honda e Inui para o Japão, e Mané e Wagué para os senegaleses.

 

FOTO: AFP

 

Um empate que deixa o grupo H todo embolado. Uma vitória no próximo jogo leva o Japão direto para as oitavas de final, algo que chegou a ser impensável para quem acompanhou o histórico antes da Copa. Com 4 pontos, os cartões são o critério que deixa os japoneses na liderança do grupo, já que o empate com Senegal não foi só no jogo, mas na pontuação do grupo também.

 

O primeiro gol saiu de um erro da defesa japonesa, atrasado na subida, o jogador japonês arrumou a bola para o senegalês chutar, no rebote do goleiro, o Senegal marcou, 1 a 0, aos 11 minutos do primeiro tempo. Aos 34, o gol de empate veio com Inui, que recebeu a bola e mandou no cantinho do goleiro, tudo empatado.

 

No segundo tempo, o Japão tentou, tentou, mas quem acabou marcando foi o Senegal, aos 26 minutos. Desistir não é algo comum para os japoneses, e eles foram atrás do gol de empate. Honda que estava no banco por conta de lesão, entrou para o jogo e mais uma vez fez a diferença, aos 33 minutos ele deixou o seu gol no fundo das redes.

 

Os erros dos goleiros custaram a classificação antecipada de ambos, mesmo assim, o goleiro japonês ficou com um pontinho a mais com os torcedores, pois evitou um gol cara a cara com o Niang. A paciência, a juventude e a experiência foram as características do time que só precisa de uma vitória no próximo jogo, contra a já desclassificada Polônia.

 

Avante Nihon!

Por Anna Gabriela.

Pelas mulheres no futebol.