Nada melhor do que começar com vitória

Foto: Juventude Oficial

O Juventude estreou com vitória no Campeonato Gaúcho neste sábado diante do São Paulo-RS, no Alfredo Jaconi. Itaqui e Brenner marcaram para o verdão e Júlio Abu descontou para a equipe de Rio Grande, terminando o jogo em 2 x 1 e garantindo os 3 primeiros pontos da equipe alviverde.

Embalado pela boa pré-temporada, o Juventude foi superior no primeiro tempo durante os 45 minutos. O time mostrou bom entrosamento e conseguiu criar boas chances de gol, já na primeira delas aos 5 minutos, Mailson recebeu pela esquerda, passou pelo marcador e, da linha de fundo, cruzou rasteiro para o meio da área. O goleiro desviou e, no rebote, Itaqui apareceu para completar. 1 x 0.

Mesmo a frente no placar, o Juventude seguiu ofensivo, mas em uma jogada de contra-ataque do São Paulo, Heverton deu carrinho bloqueando uma finalização e o juiz diz ter visto a bola bater na mão de um jogador do Juventude dentro da área, Pênalti duvidoso marcado pelo árbitro Francisco Neto, e na cobrança Athos chutou e Elias defendeu com o pé esquerdo, para explosão da torcida Jaconera.

Aos 24 minutos, após cruzamento na área, Brenner foi puxado pela zaga e Francisco Neto assinalou pênalti. Na cobrança, o próprio Brenner ampliou o placar. Na sequência da primeira etapa, o Juventude poderia ter marcado o terceiro, em finalizações de Duda, Dieguinho e Mailson, mas o placar não se alterou.

No segundo tempo o juventude entrou em campo com ritmo mais desacelerando e o São Paulo aproveitou a chance para descontar. Aos 12 minutos com Júlio Abu, que recuperou a bola na intermediária, avançou e chutou cruzado. A partir daí, o jogo perdeu em movimentação, mas as chances continuaram aparecendo. Para o lado do Juventude, a principal foi com Dionas Bruno, que partiu em velocidade nas costas da zaga e chutou cruzado, para fora.

“Este foi o primeiro jogo do campeonato, então temos que ter a cabeça no lugar para avaliar tudo. Realizamos um primeiro tempo de qualidade, criando cinco ou seis chances de gol, mas na segunda etapa caímos de produção. Vamos analisar tudo que aconteceu na partida e seguir trabalhando em cima daquilo que precisamos aperfeiçoar. Em resumo, conseguimos os três pontos e isso é muito importante para uma estreia”, disse o técnico Antônio Carlos, ao final da partida.

O próximo compromisso do Juventude é diante do Lajeadense, na quarta-feira, às 19h30min, no estádio Alviazul.

Escalações:

JUVENTUDE: Elias; Duda, Neguete, Heverton e Pará; Vacaria, Itaqui (Sananduva) e Felipe Lima (Guilherme); Dieguinho, Mailson (Dionas Bruno) e Brenner. Técnico: Antônio Carlos Zago.

SÃO PAULO: Deivity; Raulen, Fernando Pinto, Luiz Assman e Romano; Henrique, Thiago Corrêa, Julio Abu e Athos (Alex Goiano); Cidinho (Guto Dresch) e Rafael Pilões (Guto Nervis). Técnico: Hélio Vieira.

Arbitragem:
Francisco Neto, auxiliado por Elio Nepomuceno de Andrade Junior e Luíza Reis

Por Fernanda Andreazza