Nada mudou e o Ceará segue ladeira abaixo...

 

O Brasil de Pelotas recebeu o Ceará pela 28º rodada desta Série B no Bento de Freitas, às 21h00min desta terça – feira (27). O time do Sul foi superior e aos 15 minutos da etapa inicial, com uma grande contribuição do Alvinegro, o Xavante já havia marcado seus dois gols do jogo. O placar final foi 2 x 1.

 

 

Foto: Reprodução / Premiere

 

Sobre o Jogo

 

Início de jogo pegado, truncado, o Ceará ia bem, se impondo, nos iludindo, Bill quase marcou aos 08 minutos, aos 11’ começou o desastre, o zagueiro Charles cometeu pênalti em Cirilo, e Gustavo Papa não desperdiçou e abriu o marcador.

Aos 15’, com inveja, é a vez do nosso outro zagueiro, Douglas Marques também fazer uma falta dentro da pequena área em Felipe Garcia, e mais um gol convertido por Gustavo Papa em penalidade máxima, 2 x 0 e um ânimo despencando drasticamente.

Aos 20’ o Eduardo diminuiu para os visitantes, Lelê iniciou a jogada deixando para Bill que deu o passe para a conclusão do lateral. O Ceará precisava de tranquilidade e fazer as jogadas com a bola no chão, esse era o caminho. Aos 30’ ocorreu a primeira alteração, o meia Felipe Menezes sentiu dores musculares e foi substituído pelo também meia Felipe. Nada mudou e assim encerrou a etapa inicial.

Suponho que a conversa no vestiário não tenha sido das melhores, voltamos pior para etapa complementar, tentando jogadas aéreas todas interceptada pelos defensores do Rubro – Negro Gaúcho. Ficamos apenas nas tentativas de furar a marcação bem feita pelos donos da casa, mas nada foi suficiente, e quando a fase não é boa, o time inteiro parece ser afetado, Bill perdeu a melhor chance do segundo tempo, uma chance incrível no último minuto de jogo.

Mais uma derrota na conta, e o sonho do acesso cada vez mais distante.

Estagnamos com 40 pontos na 9º posição, podendo despencar até para 11º, o Brasil – RS que muito comemorou a vitória voltou ao G4, 3º com 44 pontos, mas tem que secar Avaí e Londrina para manter-se no grupo de acesso.

 

Foto: Carlos Insaurriaga/GEB

 

FICHA TÉCNICA

BRASIL DE PELOTAS 2 X 1 CEARÁ

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)

Data: 27 de setembro de 2016

Horário: 21h00

Árbitro: Diogenes Jose Padovani de Andrade (ES)

Assistentes: Edson Glicerio dos Santos (ES) e Fabio Faustino dos Santos (ES)

 

Cartões amarelos: BRASIL DE PELOTAS: Elias.CEARÁ: Charles, Douglas Marques, Diego Felipe e Richardson.

GOLS:

BRASIL DE PELOTAS: Gustavo Papa, aos 12 e aos 15 do 1T.

CEARÁ: Eduardo, aos 20 do 1T.

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Cirilo e Eduardo Brock; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Marcão) e Elias (Nathan); Felipe Garcia e Gustavo Papa (Jonathan Belusso).

Técnico: Rogério Zimmermann

CEARÁ: Éverson; Tiago Cametá, Charles, Douglas Marques e Eduardo; Baraka (Diego Felipe), Richardson, Felipe Menezes (Felipe) e Wescley; Lelê (Rafael Costa) e Bill.

Técnico: Sérgio Soares

 

Opinião da Colunista

 

O Ceará mais uma vez perdeu, o que não está sendo muita novidade, chegamos a incrível marca de 11 (O-N-Z-E) partidas sem vencer, e acreditem, nada mudou em Porangabuçu.

A última vez que o Vovô venceu foi na 17º rodada, dia 23.07, contra o Vila Nova fora de seus domínios, por 4 x 3, já completamos dois meses sem saber o que é sair de campo com 03 pontos.

De lá pra cá tivemos 05 jogos em casa, empatamos 4  e perdemos 1, se pelo menos os jogos em casa tivéssemos ganho, tivéssemos repetido a campanha de ótimo mandante que fizemos no primeiro turno, não estaríamos nessa crise, dos jogos em casa, ganhamos apenas 04 pontos dos 15 disputados, 11 pontos DESPERDIÇADOS, 11 pontos que nos daria um fôlego e até mesmo uma briga direta com o Vasco, primeiro colocado com 51 pontos, mesma pontuação que teríamos se tivéssemos conseguido os resultados positivos como mandante.

E dos 06 jogos fora, perdemos 03 e empatamos 03, o que seria admissível, se não fosse à péssima campanha que o Ceará vem fazendo nesse returno.

Com uma diretoria omissa a situação, mais preocupada em politicagem, estrutura e o c#@$... Estamos mais uma vez jogando pelo ralo a chance de acesso, o técnico Sérgio Soares segue no comando, mesmo com esses resultados desastrosos.

Muitos dizem... “há, mais o técnico não tem culpa...” Ele pode não ter a maior parte da culpa, porque essa eu deixo pro Senhor Presidente Robson de Castro, mas na altura do campeonato não podemos reformular o time, nos resta o que? Tentar mexer pelo menos com o psicológico, e acho que mudando o comando, um ânimo novo terá.

Fico a me questionar o que de tão importante Sérgio Soares ganhou aqui no Ceará para ter tanto prestígio assim? Um Cearense em 2014 com dois empates na final? Já fracassou na briga pelo acesso dentro do Castelão com o manto sagrado, e parece ser inimigo do segundo turno, ele tinha o mesmo elenco no primeiro e conseguiu uma campanha excelente, sabemos, é visível que os jogadores têm feito corpo mole, é humanamente impossível cair tanto assim de rendimento.

O Robson posta videozinho dando como certo o acesso, ele é cego? Não é pela matemática, pois sim, temos chances, é pelo que vem sendo apresentado em campo, em 2015, precisamos de um milagre e escapamos do rebaixamento na última rodada, tivemos uma superação ímpar nos jogos finais, e mais uma vez vamos ficar a mercê de milagres? Acredite, mas não vamos depender apenas disso.

Eu como torcedora, Oro e Intercedo constantemente pelo meu time, baseado apenas na Fé, digo e continuarei dizendo, enquanto houver possibilidades por mínimas que seja...

- Eu acredito!

Fonte: Extraída da Internet

 

Com Amor e Por Amor ao Ceará Sporting Club... Priscylla Lima.