NÃO APRENDI DIZER ADEUS!

Não foi fácil. A festa foi à altura, a emoção esteve todo o tempo à flor da pele, mas ainda não caiu a ficha para muitos botafoguenses: o goleiro Jefferson pendurou as luvas na noite de ontem, no estádio Nilton Santos, pela penúltima rodada do Brasileirão, diante do Paraná.

 

O Botafogo venceu por 2x1 com gols de Erik, aos 6 minutos do primeiro tempo e aos 29. Em meio disso, o Paraná chegou a empatar com belo chute de Alex Santana, Que pegou não só a defesa como o homenageado distraído. O time da casa dominou a partida, atacando muito, mas desperdiçando as oportunidades. Mantendo a bola no ataque, após chegar novamente à frente no placar, só segurou o resultado.

 

Erik providenciou um lindo texto de despedida postado nas suas mídias sociais. O jogador, que conquistou seu espaço marcando seus gols ajudando o Botafogo, principalmente nessa reta final, não jogará a última partida do Glorioso – que foi transferida de domingo (02) para sábado, dia primeiro. O Adversário será o Atlético-MG lá nas Minas Gerais. Muitos de nós também não queriam que ele fosse embora. “Não é um adeus, quem sabe é um até logo”, ele disse. Quem sabe? Valeu, Erik! Aqui tua estrela brilhou. Correr para cumprimentar nosso camisa 1 após seu primeiro gol foi lindo, lindo.

 

Mas... Vamos falar do anfitrião da festa!


 

(Foto: Extraída da Internet)


 

Logo na entrada, os primeiros 10 mil alvinegros receberam uma linda lembrança: um pôster do goleiro para ser guardado com muito carinho. Não sei o de vocês, mas o meu vai virar quadro junto com o meu ingresso dessa partida histórica!

 

Jefferson entrou para aquecer por volta das 19h e parecia que o Fogão já havia marcado o primeiro gol da partida. Os gritos ovacionando o goleiro não cessavam. Torcedores o aguardavam em campo tremulando bandeiras que estampavam seu rosto. O ídolo também bandeirou, mostrando seu amor pelo clube pelo qual abriu mão de um grande sonho para muitos jogadores, o que me fez lembrar um trecho de uma entrevista dele, que prontamente achei para aqui dividir.


 

(Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)


 

“Eu coloquei o Botafogo na frente da Seleção Brasileira. Não me arrependo. Fica o legado do que é ter lealdade por um clube.”

 

Instantes depois, o craque foi às lágrimas! Não só sua esposa e filhas entraram no gramado, mas também a sua mãe, por quem ele tem além de muito amor e carinho, profunda admiração.


 

(Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)



 

“Minha mãe é uma guerreira, criou os quatro filhos na garra e na determinação. Para mim, ela é um exemplo de pessoa, foi uma surpresa maravilhosa, depois vou poder beijá-la bastante.”


 

(Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)


 

Por último, mas não menos importante, podemos registrar como a cereja do bolo dessa festa de arromba o retorno de João Paulo. Após 8 meses de trabalho intenso de recuperação, o jogador teve a oportunidade de entrar em campo e recebeu todo o carinho e apoio da torcida. Em março, após uma disputa de bola com Rildo, em partida contra o Vasco da Gama, ele sofreu fraturas de tíbia e fíbula, o que o manteve fora de toda essa temporada. Estamos com você, João!

 

Por Lívia Torres