NÃO DÁ PARA GANHAR TODAS, É HORA DE FOCAR NAS COPAS

 

Matematicamente, o Verdão ainda tem chances no Brasileirão, mas será que vale a pena insistir?

 

Palmeiras e Ceará se enfrentaram na tarde deste domingo (24) e o time da casa levou a melhor. Com um vacilo de Scarpa e um pênalti um tanto duvidoso, a equipe alviverde foi derrotada por 2 a 1. O Verdão segue na quinta colocação com 51 pontos e ainda podendo sonhar com o título, mas a pergunta que fica é: vale a pena colocar força máxima nas 3 competições?

 

Com algumas boas chances perdidas, a 'equipa' de Abel Ferreira acabou perdendo por 2 a 1. Foto: Cesar Greco/Palmeiras 

 

O JOGO

 

O Palmeiras iniciou a partida com ares de que iria buscar a vitória para não se distanciar demais da ponta da tabela. O time alviverde iniciou bem o jogo, Lucas Lima levou perigo aos 4 minutos com um chute colocado. Gabriel Silva também chegou a assustar, mas não teve sucesso na finalização. Para o nosso azar, o "quem não faz, toma" veio logo, aos 9 minutos. Scarpa dominou mal a bola e escorregou dentro da área, deixando a sobra para Lima, que abriu o placar para o time da casa.

 

Aos 12', o Verdão teve uma grande chance de empatar com Gabriel Veron, que estava livre na pequena área, mas chutou por cima do gol. O Alviverde pressionou o adversário em busca do empate, porém, errou demais nas saídas de bola, e viu o Ceará ampliar a vantagem aos 28 minutos, em um pênalti duvidoso, mas que foi confirmado pelo VAR. 

 

Mesmo atrás no placar, o Palmeiras não desistiu e seguiu buscando espaços para atacar. A recompensa veio aos 33', após Lucas Lima dar um belo passe para Veron se redimir e diminuir a vantagem dos donos da casa. Com o gol, a 'equipa' de Abel tentou encaixar jogadas de ataque para chegar ao empate, mas com o adversário fechado, a partida seguiu truncada e sem chances claras até o fim da primeira etapa. 

 

Veron marcou o único gol alviverde. Foto: Cesar Greco/Palmeiras 

 

O Palmeiras voltou para a etapa complementar mais ligado, tentando arrancar o empate, que quase saiu aos 5', com um chute de Scarpa, que parou na defesa de Richard. Gabriel Silva também teve uma boa chance, mas foi travado pela zaga adversária. O Ceará se recuperou e deixou a partida mais equilibrada, dificultando a saída de bola palmeirense. 

 

Os donos da casa conseguiram construir boas jogadas e levar certo perigo com Lima e Vina, mas logo o Verdão voltou a ter mais domínio da partida e criar jogadas de ataque. Gustavo Gómez assustou a defesa do Ceará aos 34', no entanto, finalizou para fora. Mesmo que tivesse marcado, não teria sido válido, já que estava impedido. Pedro Acácio, mais uma cria da base, também arriscou o seu já nos minutos finais, mas Richard saiu bem e afastou a bola. O Alviverde buscou o empate até o apito final e ainda teve uma chance nos acréscimos,  com Fabrício. No entanto, a equipe paulista pecou nas finalizações e acabou sofrendo a derrota.

 

O Palmeiras volta a campo nesta terça-feira (26), para enfrentar o Vasco no Allianz Parque, em partida atrasada da primeira rodada, às 20h.

 

"PALMEIRAS MINHA VIDA É VOCÊ!"

 

Por Vânia Souza 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.