Não deu!

A Coreia do Sul perdeu na sua estreia para a Suécia na manhã desta segunda (18), em Nizhny Novgorod com gol de pênalti sinalizado pelo árbitro de vídeo. Quem marcou foi o zagueiro e capitão sueco Granqvist.

Esse resultado coloca um pouco mais de pressão na equipe da Alemanha, que precisará vencer os escandinavos para não ficar de fora das oitavas de final.

 

(Foto: Dimitar Dilkoff / AFP)

 

O JOGO

As duas equipes tentavam dar ritmo à partida, que por muitas vezes fora interrompida pelos apitos que apontavam as faltas marcadas pelo juiz Joel Avillar. Foram três chances desperdiçadas pela Suécia, enquanto os tigres asiáticos pouco criavam.

Aos onze minutos do segundo tempo, em lance na área da Coreia, Toivonen quase abriu o placar, mas o goleiro coreano, Jo, fez bela defesa. A derrubada de Claesson passou despercebida pelo árbitro, foi quando, um minuto depois, a penalidade foi apontada, o  que mudaria o cenário do jogo.

 

(Foto: Martin Bernetti / AFP)

 

LEVANTA, SACODE A POEIRA

O próximo desafio da Coreia do Sul será dia 23 de junho, às 12h, horário de Brasília contra a seleção do México, que bravamente derrotou a atual campeã mundial na tarde de ontem e está embalada para garantir sua classificação.

 

Ficha do jogo: Suécia 1 x 0 Coreia do Sul

Local: Estádio Níjni Novgorod. Árbitro: Joel Aguilar (ESA). Público: 42.300.

Gol: Granqvist, aos 20 minutos do segundo tempo.


Suécia: Olsen; Augustinsson, Granqvist, Jansson e Lustig; Larsson (Svensson), Ekdal (Hiljemark), Claesson e Forsberg; Toivonen (Thelin) e Berg. Técnico: Janne Andersson.


Coreia do Sul: Jo Hyeon-Woo; Lee Yong, Jang Hyun-Soo, Kim Young-Gwon e Park Jo-Hoo (Kim Min-Woo); Ki Sung-Yueng, Lee Jae-Sung e Koo Ja-Cheol (Lee Seung-Woo); Hwang Hee-Chan, Kim Shin-Wook e Son Heung-Min. Técnico: Sjon Tae-Yong.

 

Por Lívia Torres