NÃO FEZ OS TRÊS GOLS, NÃO SE CLASSIFICOU E QUE COMECE A SÉRIE B

Cruzeiro precisava marcar três gols na Caldense para ir à semifinal do Mineiro, mas isso não não aconteceu. Simples assim!




(Foto: Flickr do Cruzeiro/Gustavo Aleixo)

 

Então… tem hora que a vontade é de não falar nada, mas futebol é assim: um dia se ganha e no outro se perde. O problema é que a sequência do pesadelo cruzeirense está durando tempo demais. MAS O TORCEDOR SABIA QUE 2020 NÃO SERIA FÁCIL. A desclassificação no Campeonato Mineiro não é a pior coisa que vamos viver esse ano. 

O Cruzeiro foi à Poços de Caldas enfrentar a Caldense para tentar uma classificação para semifinal do Mineiro. O jogo foi no estádio Ronaldão, às 21:30 e o Cruzeiro precisava marcar três gols, mas isso não aconteceu.

Colocar a culpa no gramado “não cola”. A série B tem condições ruins também. É bom se preparar. O elenco precisa sim de mudanças, reforços. Tá certo que o técnico Enderson Moreira não estava à frente do Cruzeiro desde o início, mas vai precisar trabalhar além do normal para essa mudança/renovação dentro de campo acontecer. 

O primeiro tempo foi razoavelmente bom. A equipe tentou, criou boas oportunidades e aos 14’ marcou o único gol da partida. Um cruzamento da direita de Raul Cáceres chegou até Régis,  que não perdoou e mandou de perna esquerda, para o fundo do gol. Uma esperança real de classificação bateu em todo torcedor Celeste e certamente no elenco. Cruzeiro 1 a 0.

Até os 27’ da etapa inicial a Raposa esteve superior, mas a equipe adversária também tinha a missão de se classificar e fez por onde. Ficou mais atrás e conseguiu segurar as chegadas celeste, e até teve algumas oportunidades de empate.


(Foto: Flickr do Cruzeiro/Gustavo Aleixo)

 

Já na etapa complementar, o goleiro Fábio fez boas defesas. O Cruzeiro não conseguia mais criar e o adversário fez certa pressão. O placar seguiu o mesmo e o juiz apitou o final de partida após 5 minutos de acréscimo. 

Essa é a segunda vez na história que o Cruzeiro não se classifica para semifinais do Campeonato Mineiro. E? Ano passado foi campeão e o final do ano foi uma tristeza (como bem lembrado pelo Enderson na coletiva ao final do jogo).

Bom, pelo Campeonato Mineiro tem o Troféu Inconfidência. Não se desdenha nenhuma competição. Se é pra jogar, que jogue. O Cruzeiro 5º colocado jogará contra o Patrocinense, 8º. Por outro lado, o 6º colocado, Uberaba jogará contra o 7º BOA Esporte. Jogos únicos. Aqueles que ganharem esse primeiro confronto fazem a final do Troféu. 

 

Perguntado em entrevista coletiva sobre o fator preponderante para a desclassificação, o técnico Enderson disse que o time perdeu chances importantes, mas que o grande fator foi a Caldense que entrou pra jogar com o regulando e foi sim competente. 

E sabe o que mais? Dia 08 de agosto tem estreia na série B contra o Botafogo de São Paulo, no estádio Mineirão às 19:00. Ao final do jogo desta quarta-feira (29) Enderson Moreira se mostrou confiante para esse confronto. 

Não se classificou, não jogou bem, tá na série B do Brasileirão, vai disputar Troféu Inconfidência, sem comentários sobre a Copa do Brasil deste ano. MAS É O CRUZEIRO!

Não será fácil, aliás, não está fácil já há um bom tempo. Ficar com raiva, gritar em campo ou com a televisão/rádio (hoje em dia) é válido. O que não pode é se esquecer, em momento algum, que Cruzeiro é parte da nossa alma, da nossa pele. Eu transpiro Cruzeiro. Sei que você torcedor também. Por isso amigo, é na derrota e na vitória! 

 

Por: Sam Bella 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.