NÃO FOSSE O QUASE...

 

Praticamente dois meses após a última partida em casa, o torcedor alviverde aos poucos foi lotando seu espaço na arquibancada dos Eucaliptos na noite de ontem. Um a um tomando seu espaço em busca da primeira apresentação do elenco em seus domínios.

(Foto: Pamela Lopes)

Antes da bola rolar, Anderson Daronco anunciou o minuto de silêncio em homenagem ao torcedor Tales Josiel da Luz, o Jaca, falecido em um acidente no último sábado. Quando a bola rolou, nem o apagão nos refletores na segunda etapa da partida conseguiu evitar um bonito duelo entre Avenida x Brasil-Pel.

Dentro das quatro linhas, o Brasil de Pelotas como adversário, assim como o Avenida, buscava sua primeira vitória na competição e colaborava para uma partida movimentada, com boas chances para as duas equipes, que chegavam com perigo ao ataque.

A primeira etapa acabou zerada. Já na segunda, com uma movimentação mais intensa pelo lado alviverde. Após a entrada do camisa 10 Alexandre, não demorou para que o ídolo avenidense criasse e cruzasse minuciosamente para o gol de Flávio Torres. Quando o torcedor pensava que a primeira vitória havia chego, já nos acréscimos, os visitantes chegaram ao empate com Branquinho, que não deu chances de defesa para o goleiro Andrey.

Nas arquibancadas o torcedor cumpriu seu papel e lotou as dependências dos Eucaliptos, fazendo uma bela festa do início ao fim da partida.

Assim, o Avenida empata sua segunda partida na competição. E tem como próximo adversário a equipe do Caxias, no domingo, 27, a partir das 18 horas, no Estádio Centenário.

 

Por: Sabrina Heming