NÃO SOU CAPAZ DE OPINAR

 

Foto: Bruno Cantini/Atlético


 

Saudações Alvinegras

 

Complicado começar um pré assim nesta situação. Ainda mais eliminado num grupo que até então na teoria era fácil. Não sei o que aconteceu com o Galo na Liberta.

 

Se não vencer essa partida o time alvinegro terá a pior campanha brasileira, na fase de grupo. A pior campanha de um brasileiro vinha sendo a do Flamengo, que em 2002 fez apenas 4 pontos. Naquela campanha, foram quatro derrotas, um empate e uma vitória.

 

Enfim vamos lá.

 

O Galo enfrenta nesta terça-feira (07) a equipe do Zamora. A partida será realizada às 19h15 (hora de Brasília), no estádio La Carolina (Agustín Tovar), em Barinas.

 

Apenas um treino foi realizado para esta partida. E ele aconteceu ontem (06), às 13H na cidade do Panamá. Depois do treino a delegação seguiu para Barinas-Ven em um voo fretado.

 

A princípio tudo indicava que para a partida o time seria titular, porém essa opção foi descartada pelo treinador Rodrigo Santana que achou melhor irmos de time reserva para a busca da vaga na sul-americana.

 

Confira o que o Rodrigo falou sobre poupar o time titular.

 

-”Nossa ideia é competir com os melhores que a gente tem no momento. Foi analisado, estudado com a toda comissão técnica, departamento médico, fisiologia. A gente sabe que esses três jogos (do Campeonato Brasileiro) desgastaram bastante.”- disse Santana.

 

Os relacionados para a partida foram os seguintes atletas:

 

Goleiros: Cleiton e Michael
Laterais: Fábio Santos, Patric, Carlos César e Hulk
Zagueiros: Réver, Igor Rabello, Leonardo Silva e Matheus Mancini
Volantes: Zé Welison, Adilson e Jair
Meias: Luan, Nathan, David Terans, Vinicius e Daniel Penha
Atacantes: Alerrandro, Maicon Bolt e Papagaio

Treinador: Rodrigo Santana

 

Provável time: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson, Jair e Nathan (Vinícius); Luan, Maicon Bolt (Terans) e Alerrandro.

 

A partida terá a arbitragem de Carlos Herrera Bernal(COL) auxiliado pelos assistentes Alexander Guzmán(COL) e Dionísio Ruiz (COL)

 

O que nos resta é levantar a cabeça, virar a página e focar no brasileirão.



 

Por Elluh Ferreira