Náutico tropeça em casa contra o Oeste e segue sem vencer na competição

 

 

 

Imagem: Globoesporte

 

 

O Náutico brigou, criou várias oportunidades, mas ainda não foi desta vez que conseguiu os 3 pontos. A necessidade da vitória obrigou o Timbu a atacar desde o primeiro minuto, pois em 5 jogos a equipe soma 2 pontos na tabela - são 2 empates e 3 derrotas - 8 gols sofridos e 1 gol marcado a favor.

Assim que a partida iniciou, o Náutico teve três escanteios seguidos para tentar abrir o placar. Entretanto, não foram aproveitados.

No primeiro tempo lances de perigo aconteceram, mas a maioria deles em escanteios cobrados pelo Timbu ou nas falhas do Oeste. Mesmo desorganizado, o Náutico voltou melhor no 2º tempo, com mais posse de bola no campo de ataque e obrigando Rodolfo a trabalhar mais. Não demorou muito para que, enfim, a equipe alvirrubra fizesse seu primeiro gol na Série B. Erick fez a jogada pelo lado esquerdo e tocou para o meio da área. Manoel bateu forte, a bola desviou e entrou. Só que pouco tempo depois, o artilheiro Robert empatou para o Rubrão.  

A equipe paulista esperou para agir nos contra-ataques, enquanto os alvirrubros continuavam tentando oferecer perigo, mas a desorganização falou mais alto. No fim, o empate permaneceu no placar.

 

O próximo jogo do Náutico é contra o Internacional, neste sábado (10), às 16:30, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

 

 

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 X 1 OESTE

 

ESCALAÇÃO: 32- Jefferson; 22- David; 29- Aislan, 27- Nirley; 96- Manoel; 88- Darlan, 5- Amaral, 8- Rodrigo Souza; 33- Erick, 97- Geronimo, 11- Jefferson Nem

Técnico: Waldemar Lemos.

 

SUPLENTES: 23- Sérgio, 30- R.Ribeiro, 72- Phelipe G., 25- Luis Henrique, 21 Cal Rodrigues, 40- Jefferson Renen, 95- Alison, 31- Willian.

 

CARTÃO AMARELO: Erick

SUBSTITUIÇÕES: Jefferson Nem por Alison; Darlan por Jefferson Renan; Geronimo por Willian Silva.

GOLS DA PARTIDA: Manoel (Náutico) e Robert (Oeste)

 

Fontes: Globoesporte e nautico-pe.com.br

 

 

#JogandoJunto

#ReageTimbu

#AquiÉNáutico

 

 

Por Maria Luiza, meu coração é vermelho e branco! Reage Timbu!