NO CAMP NOU, BARCELONA ENFRENTA O OSASUNA NA RETA FINAL DO ESPANHOL

 

Com o arquirrival Real Madrid quase com a mão no título, o vice-líder Barcelona enfrenta o Osasuna, no Camp Nou, nesta quinta-feira (16), às 16h pela 37° rodada da La Liga.

Não podendo vacilar, o Barcelona precisa vencer esse duelo em casa, caso ainda queira ir até a última rodada brigando pela taça. E claro, é necessário torcer para um vacilo do rival.

 

 

Fonte: Reprodução da internet 

 

Em seu último jogo, o Barcelona venceu fora de casa por 1x0 e, como diz o ditado, "1x0 é goleada". Apesar de “aos trancos e barrancos” não perder há nove rodadas, o time catalão precisa da vitória, para ainda ter chances de conquistar o 36° troféu de campeão espanhol. 

Quique Setién tem algumas preocupações para o duelo: Sete jogadores estão pendurados por acúmulos de cartões amarelos. Messi é um dos sete que, se receber um novo cartão, ficará ausente do último jogo em meio a dura disputa. Além dele, Suarez, Vidal, Júnior Firpo, Rakitic, Piqué e Braithwaite são os jogadores que podem ser punidos.

Restam dois jogos para o time da Catalunha e, caso um desses sete recebam um novo cartão contra o Osasuna, ficarão de fora da partida na última rodada, que será fora de casa contra o Alavés. E diante de uma briga tão disputada pelo topo da tabela, esses jogadores farão falta para o Barcelona manter consigo o título nacional. 

Suarez, Piqué, Vidal e principalmente Lionel Messi, são os mais frequentes na equipe titular e precisarão de cautela para evitar prejuízos finais. 

 

RETROSPECTO

 

Barcelona e Osasuna já duelaram 85 vezes na história. O time catalão fica à frente com 50 vitórias, enquanto o adversário venceu apenas 17 vezes. Em 18 partidas o resultado foi empate. 

No último confronto entre as duas equipes, o placar terminou em 2x2.

 

 

Fonte: Getty imagens

 

O atual bicampeão do espanhol poderá ser destronado pelo Real Madrid e, na véspera da penúltima rodada, Quique Setién assumiu ter em "partes" sua responsabilidade, mas exaltou o rival:

 

"Sinto que fiz as coisas mal por ter empatado três partidas. Daria mais crédito ao rival por ter ganho tudo, isso é mais difícil."

 

Lembrando que, antes do campeonato ser paralisado, o Clube catalão era líder, mas vimos o Madrid saltar para a liderança ao vencer os nove jogos após paralisação.

 

VISCA EL BARÇA! 

 

Por: Rhayanne Athyrsa.

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.