"O despertar das Cinzas"

 

Será que isso é apenas Futebol? Será que é apenas um time?

AMOR! Palavra de 4 letras com significados diferentes quando tratadas por pessoas diferentes. Segundo o dicionário Aurélio significa: Sentimento que induz a se aproximar, a proteger ou a conservar a pessoa ou alguma coisa pela qual se sente afeição ou atração. E ainda vou mais além, segundo o DI (Dicionário Informal) a palavra AMOR ainda pode ter um significado mais profundo: Afeição profunda, a ponto de estabelecer um vínculo afetivo intenso, capaz de doações próprias até o sacrifício. Aí eu lanço a seguinte pergunta: Em qual desses 2 conceitos nós torcedores apaixonados do SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE nos encaixamos?

Eu particularmente me encaixei nos 2, mas acho que o DI me descreve melhor, quando fala de doação própria e sacrifício. Você se lembra da última vez que se doou de verdade pelo seu Time? Seja cantando o mais alto que pudesse, seja quando saía correndo da faculdade, trabalho ou escola para depois de um dia cansativo ir ao ARRUDA assistir aquele jogo às 22hrs, seja contando as moedas para comprar o ingresso, quantas folgas? Quantos finais de semana já sacrificamos para viajar horas só para ver o SANTA jogar? Quantas tardes de Domingo com a família sacrificamos para estar no estádio gritando, cantando e pulando? Sinceramente meu Caro (a) Amigo (a) tricolor, isso nunca foi um sacrifício pra mim, é um prazer fazer isso pelo meu clube, e pretendo continuar fazendo até enquanto houver fôlego, e no dia que me faltar fôlego farei até a última batida do meu coração.

blogmiltonneves.bol.uol.com.br

Ser SANTA CRUZ não é apenas torcer por um time, não é torcer por resultados ou títulos (lógico que títulos é sempre bom, mas se eles não vierem o amor não se abalará). Ser SANTA CRUZ é vibrar a cada lance, é fazer do Arruda a nossa casa, da camisa a nossa segunda pele, fazer de uma nação de torcedores nossos irmãos, abraçar as cores Preta, branca e vermelha, lembrar que somos o time do povo,  time de negros, brancos e índios, bater no peito e gritar "sempre vou te amar, nunca vou te abandonar"

.

foto:googleimagens

E que momento excepcional é esse que estamos vivendo hem? Alguém me explica por favor? Porque eu sinceramente não sei expressar em palavras esse turbilhão de sentimentos que se desencadearam dentro de mim, chega a passar um filme em minha cabeça, do Céu ao Inferno, quase falidos, ali demos as mãos e escolhemos seguir em frente com o SANTA CRUZ. Com paciência e fé e muita perseverança foi o que manteve vivo toda nossa esperança, mas chegou o grande dia e estamos aí de volta , hoje estamos a uma vitória do tão sonhado acesso a série A, quem conhece a trajetória do SANTA CRUZ nesses últimos 10 anos , sabe para onde fomos e para onde estamos indo, sabe o quanto merecemos chegar onde chegamos. Se estamos aqui foi por nossa garra e determinação, caminhamos com o sangue na camisa e o coração na ponta da chuteira, esse é o nosso time de guerreiros, o nosso tricolor do arruda, o time que arrasta multidões e bate recorde de público entre todas as divisões estando na série D. 
O Gigante Acordou e o TRICOLOR voltou.

É meu amigo(a) acho que algo que nos faz se sentir assim não pode ser considerado um "apenas" e sim "isso tudo".
Isso tudo é o FUTEBOL que nos proporciona, é o nosso TIME é o SANTA CRUZ.

Por: Larissa Katyanne