O EQUADOR É LOGO ALI E QUEREMOS VITÓRIA

 

A Liberta está de volta e com ela um baita confronto: LDU x Boca. O bicho vai pegar. 

 

(Fonte: @bocajrsoficial) 

 

Nesta quarta-feira (21), às 19:15h, o Boca enfrenta a LDU, em Quito, no Estádio Rodrigo Paz Delgado.

Em campo nada mais nada menos do que sete libertadores. Nós, detentores de seis taças, eles de uma. Nas oitavas de final o Boca deixou para trás o Athletico Paranaense, já a LDU passou feito trator pelo paraguaios do Olímpia. O que esperar desse embate? Muita entrega, garra, coração e os jogadores argentinos quase morrendo de falta de ar. Jogar a quase três mil metros de altitude não será nada fácil… a trajetória da bola muda, o jogador dá um pique e demora uma vida para voltar, pois puxa o ar e ele não vem… Vish, vai ser uma beleza…

 

Muitos têm falado sobre uma possível semifinal entre Boca-River… porém, Carlos Izquierdoz, nosso zagueiro, tem pregado muito respeito em relação a equipe do Equador. Em entrevista coletiva ele disse:

"A LDU vai ser um adversário muito duro. Só depois disso vamos ter o trabalho de, se passarmos, ver contra quem jogamos. Nós queremos ser campeões. Para isso temos que enfrentar todos os rivais". 

 

A última vez que as equipes se encontraram em uma competição foi pela Copa Sul-americana há mais de dez anos, com o saldo sendo positivo para o time Xeneize que venceu uma partida e empatou outra. 

 

Para a partida de amanhã (21), el Xeneize não terá desfalques, porém é certo que Dani De Rossi inicia no banco de reservas. Não será dessa vez que ele vai estrear em Libertadores. Já em terras equatorianas, enquanto a colunista vos escreve esse pós jogo, é que o DT Gustavo Alfaro definirá a formação a ser mandada a campo. Segundo fontes, a dupla a comandar o ataque será Zárate e Ábila. Soldano deve começar no banco. 

Sendo assim, a possível formação conta com: Andrada; Weigandt, López, Izquierdoz e Mas; Salvio, Capaldo, Marcone e Alexis Mac Allister; Zárate e Ábila. 

 

Não vai ser fácil, mas o time está embalado pela vitória que conseguiu no fim de semana. O time do lado de lá é "carne de pescoço" e vem fazendo tudo certinho (até agora pelo menos), mas DÁ PARA GANHAR. 

Vamos com garra, dando o sangue e precisando de pulmões a mais, mas o triunfo é a única coisa que queremos! 

Bora rapaziada! 

 

Por Adri Domingos, fanática de Boca.