O Fantasma da arena da baixada ataca mais uma vez e Tricolor perde para o Atlético-PR

O São Paulo foi até o Curitiba enfrentar o Atlético-PR pela 26ª rodada do campeonato Brasileiro e mais uma vez não conseguiu sair com a vitória da Arena da Baixada. Ao todo são 15 jogos no local, 4 empates e 11 derrotas, incluindo esta por 1x0. Apesar da derrota, o Tricolor permanece na 12ª colocação, porém a distância para o G4 aumentou para 11 pontos.  

O Técnico tricolor lamentou a derrota, mas disse acreditar na recuperação do time.

FOTO: R. Gomes rubens chiri – saopaulofc.com

O jogo!

Ricardo Gomes escalou o tricolor com Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Wesley; Cueva, Kelvin e Chavez. Já o técnico Paulo Autuori entrou em campo com Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani; Pablo, Rossetto e Lucas Fernandes; André Lima.

Os donos da casa entraram melhor e assustaram primeiro aos 5’ quando Wesley perdeu a bola para Hernani, que chutou quase que da pequena área, mas Maicon apareceu na hora certa e afastou. Aos 11’ Nicolas bateu falta, Thiago Heleno subiu e cabeceou, mas Denis evitou o gol em defesa espetacular. Thiago Mendes respondeu no minuto seguinte, mas a bola foi para fora. 

O São Paulo voltou a assustar aos 35’ quando Cueva cruzou para Chávez, que completou para o gol, mas o goleiro campeão olímpico, Weverton, saiu bem e fez ótima defesa. Aos 38’ foi Cueva quem chutou direto no gol e mais uma vez o camisa 1 apareceu.


No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Luciano Cabral driblou, passou pelo meio e chutou para fora. O jogo seguiu com os dois times buscando o ataque sem sucesso e ambos os técnicos resolveram mexer. No Atlético saiu Lucas Fernandes para entrada de Juninho, já no tricolor quem saiu foi o Wesley para a entrada de M. Bastos, que voltou ao time após o protesto da torcida no CT Barra Funda (27/08). Na ocasião, Michel disse ter sofrido agressão de alguns torcedores, porém nunca prestou queixa formal. 

Aos 29’ mais uma vez Denis apareceu para fechar o gol em chute forte de Juninho. Posteriormente aos 32’ Maicon sentiu a coxa e precisou ser substituído por Lyanco. Em seguida aos 34’ o futebol traiu o melhor São Paulino em campo, Léo Cruzou, a bola desviou em Michel e sobrou para Pablo, que completou para o gol, Denis saiu mal e infelizmente escorregou.

FOTO: lance.com

A falha não tira o mérito do goleiro, que fez uma excelente partida. Na saída de campo o camisa 1 falou sobre o lance:

“Escorreguei (no gol). Até difícil falar, foi um pecado escorregar. Ainda assim consegui relar na bola, mas não fiz a defesa. Não merecíamos perder. Tem de pensar no próximo jogo"

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 18 de setembro de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS) e Antônio Joao do Prado Lima Albornoz (RS)
Cartões amarelos: Léo (Atlético-PR); Denis (São Paulo)
Gols: ATLÉTICO-PR: Pablo, aos 35 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Paulo André e Nicolas; Otávio, Hernani, Matheus Rossetto (Luciano Cabral) (Renan Paulino) e Pablo; Lucas Fernandes (Juninho) e André Lima
Técnico: Paulo Autuori
SÃO PAULO: Denis; Julio Buffarini, Maicon (Lyanco), Rodrigo Caio e Eugenio Mena; Thiago Mendes, Hudson, Kelvin (Robson), Wesley (Michel Bastos) e Christian Cueva; Andres Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

       

E agora?

Agora o São Paulo precisa focar na Copa do Brasil, o jogo de ontem já foi, é passado e não vai mudar nada ficar pensando nele. Nesta quinta-feira (22) às 21h30 (BSB), o time vai precisar dar a vida em Caxias do Sul contra o Juventude, já que no primeiro jogo, no Morumbi (24/08), o time bobeou e perdeu por 1x2. Para se classificar para as quartas de final da competição o time precisa vencer por dois gols de diferença e não será uma tarefa fácil.

Já no Brasileirão, o próximo adversário é o Vitoria na Bahia no domingo (25) ás 16h (Horário de Brasília) e depois o Tricolor retorna ao Morumbi, dia 1, para enfrentar o Flamengo. O São Paulo precisa somar o maior número de pontos nestas duas partidas, buscar no mínimo um empate no Barradão e não abrir mão da vitória no Morumbi, para seguir se distanciando do Z4

#TimeGrandeNãoCai



Por Jéssica Nogueira Gonçalves

Curta Blog Mulheres em Campo